A FORÇA DO QUERER

Amar demais como a Bibi da novela das nove é doença, dizem especialistas

Fabio Rocha/TV Globo

Bibi (Juliana Paes) abandonará tudo para fugir com marido na novela das nove da Globo - Fabio Rocha/TV Globo

Bibi (Juliana Paes) abandonará tudo para fugir com marido na novela das nove da Globo

MÁRCIA PEREIRA - Publicado em 22/06/2017, às 06h13

O amor exagerado de Bibi (Juliana Paes) por Rubinho (Emílio Dantas) em A Força do Querer é um caso de saúde. Segundo especialistas, a personagem sofre de distúrbio de ansiedade, um problema psicológico que pode atingir homens e mulheres. No caso de Bibi, o amor doentio a levará para o mundo do crime. Para manter o relacionamento, ela largará os estudos e até o próprio filho e se envolverá com o tráfico de drogas.

O psicanalista Sergio Savian afirma que pessoas como Bibi precisam se tratar. Além de terapia e psicanálise, também são receitados medicamentos psiquiátricos para baixar o nível de ansiedade.

"A personagem sofre de um transtorno de ansiedade intenso, além de transtorno bipolar. Bibi alterna depressão com euforia. O transtorno bipolar atinge aproximadamente 4% da população. No Brasil, o número de pessoas afetadas pode chegar a 6 milhões. A maioria dos casos surge na adolescência, mas a detecção leva até 13 anos", relata o especialista.

Noveleiro, Savian afirma que a abordagem criada pela autora Gloria Perez reflete o que ele vê em seu consultório. Ele diz que pacientes como Bibi não se dão conta de que têm um problema.

"Pensam sempre que os outros são incapazes de amar. Somente quando se separam ou quando são abandonados é que procuram ajuda. Sofrem muito com a rejeição. Muitas vezes pensam em se matar. O sentimento deles é o de não ter existência própria. Bibi usa o outro como uma droga", explica o especialista.

Heloquisa
Mulheres que amam demais e são capazes de qualquer coisa para não perder a pessoa amada foi um tema que ganhou visibilidade na novela Mulheres Apaixonadas (2003), de Manoel Carlos. A personagem Heloísa (Giulia Gam) quase enlouqueceu por ciúmes do marido, Sérgio (Marcello Antony).

Na época, sua saga ganhou uma paródia no Casseta & Planeta (1992-2010). A personagem ciumenta e neurótica virou Heloquisa. Fez muita gente rir, mas na novela o autor mostrou que Heloísa estava doente. Ela terminou a trama se tratando em sessões do grupo Mada (Mulheres que Amam Demais Anônimas).

Já Gloria Perez pretende ser fiel à história de Fabiana Escobar, conhecida como Bibi Perigosa.

A autora Gloria Perez com Fabiana Escobar, a Bibi Perigosa da vida real (Reprodução/Facebook) 

A Bibi da vida real foi casada durante 14 anos com Saulo de Sá Silva, chefe do tráfico na favela da Rocinha, Rio de Janeiro. Ela abandonou os estudos, rodou o Brasil fugindo com o marido da polícia e se separou em 2010. O traficante está preso desde 2008.

Fabiana contou ao Notícias da TV que sofre ao reviver sua história em A Força do Querer.

Para a terapeuta Sol Moraes, que atua como coach (treinadora) de relacionamento, o que a Bibi da vida real sente é normal porque seu amor pelo marido foi patológico, como uma dependência. "Quando a pessoa pensa que ama a outra a ponto de anular seus valores, não é verdadeiramente amor. A pessoa tem baixa autoestima grave e fica dependente daquele sentimento que ela reconhece como amor", diz.

A especialista afirma que pessoas como Bibi devem procurar acompanhamento psicológico porque tendem a ficar obsessivas e manipuladoras.

"Existem pesquisas científicas sobre o distúrbio nos EUA, Itália e até aqui Brasil, feita pelo Instituto de Psiquiatria da USP [Universidade de São Paulo]. Imagina-se que atinja mais mulheres do que homens porque é maior o número de mulheres que procuram ajuda", comenta a terapeuta.

Traumas afetivos
Savian observa que a novela não mostrou, mas em um tratamento seria investigado, a causa do buraco emocional e comportamento neurótico de Bibi. Ele explica que, muitas vezes, isso é gerado por traumas na infância ligados a carência afetiva.

"A personagem é uma mulher descompensada. Age somente por suas emoções e não consegue raciocinar. Por isso, Bibi é considerada irresponsável pelos seus atos. Essa fórmula de viver por e pelo amor não funciona. Sem os pés no chão, não tem amor que sobreviva", analisa Savian.

A Bibi da vida real já lançou três livros, roteirizou curtas-metragens e se casou de novo. A Bibi da novela deve seguir o mesmo caminho.


Confira cinco reportagens especiais sobre A Força do Querer:

Os 'filhos' da novela: pesquisador de Glória Perez lança livros baseados na trama

De sapato voador a nudez pública: relembre sete barracos marcantes

"Queria que Bibi pagasse pelo que fez", diz Juliana Paes sobre sua personagem

Globo fatura com fim de disfarce de travesti; saiba como

Sucesso como amiga de Bibi, atriz desistiu da carreira no Brasil para viver no México

Leia também

 

 

Últimas de A Força do Querer

Enquete

O que você achou do vaivém de Datena na Band?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook