Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Direto do túnel do tempo

O que tirar da moda de Boogie Oogie e levar para a vida real?

Renato Rocha Miranda/TV Globo

Os looks de Vitória (Bianca Bian), em Boogie Oogie, merecem ser acompanhados e copiados - Renato Rocha Miranda/TV Globo

Os looks de Vitória (Bianca Bian), em Boogie Oogie, merecem ser acompanhados e copiados

AVA FREITAS

Publicado em 28/8/2014 - 17h06
Atualizado em 29/8/2014 - 7h11

A nova novela das seis da Globo, Boogie Oogie, colocou os anos 1970 sob os holofotes, e a moda da década tem tudo para voltar com força. Saiba o que e como usar, e também o que descartar, seguindo as orientações da consultora de estilo Letícia Santos. A especialista recomenda as calças bocas de sino da personagem de Deborah Secco e os bodies de Bianca Bin. E alerta: nada de meias lurex em 2014 e cuidado ao copiar o look hippie de Isis Valverde.

Calça com estampa pequena e boca de sino

“As calças estampadas, como as com desenhos pequenos de Inês, personagem de Deborah Secco, estão bastante em alta, e a modelagem de jeans com a boca mais aberta, atualmente chamada de 'flaire', também. Esses modelos são queridinhos de muitas mulheres, pois deixam a silhueta bem equilibrada, principalmente para quem tem quadril grande. Bodies como os de Vitória (Bianca Bin) e de Inês também estão de volta, superestampados, e não fazem feio no século 21”, afirma Letícia.


As calças boca de sino de Inês (Deborah Secco) dão ilusão de um corpo mais proporcional

Toque atual

Segundo a consultora de estilo, em geral, um visual fica com cara de datado quando a mulher usa todas as peças do look com a mesma referência. “O ideal para um look retrô não ficar datado é combinar uma roupa vintage ou inspirada em determinada década com peças mais atuais. Por exemplo: se quiser usar uma calça boca de sino, com cintura alta, como as de Inês, é legal combinar com uma parte de cima de agora: uma camisa de seda, uma t-shirt de couro, uma camiseta de banda”, fala.


As batas de Sandra (Isis Valverde) podem ser atualizadas se usadas com jeans escuro

A recomendação vale para outras duas personagens da novela das 18h. Se quiser usar as batas da personagem Sandra (Isis Valverde), procure combiná-las com shorts jeans rasgados, jeans mais secos e de lavagem escura, que são peças mais atuais.

Se for apostar nos macacões como a personagem Carlota (Giulia Gam), dê preferência aos cortes mais modernos, com linhas mais clean. Outra recomendação é esquecer joias e cintos grandes, como era mais comum na década de 1970.


Quer usar macacão como Carlota (Giulia Gam)? Prefira os modelos de linhas mais sóbrias

Peças atemporais

Muitas das peças fortes na década de 1970 continuam firmes até hoje, como as calças bocas de sino, principalmente em jeans.
Os hippies da época popularizaram o jeans como algo "para todos". Antes, o tecido só havia aparecido com os "rebeldes" no cinema na década de 1950 (vide James Dean) e, antes disso, era usado somente por trabalhadores.

"Essa popularização da calça jeans é um marco que ficou e ficará para sempre. O modelo com a boca mais aberta sempre volta às passarelas e aos armários. Houve esse revival nos anos 1990 e já faz alguns anos que segue firme novamente”, fala Letícia Santos.

De acordo com a consultora, o modelo conquista fãs, principalmente, por causa do truque de ótica que proporciona de equilibrar a silhueta e causar a ilusão de quadris mais proporcionais.

“Vestidos longos e estampados, como vemos na personagem da Isis Valverde, também podem ser considerados atemporais, principalmente aqui no Brasil. Sempre veremos longos estampados pelas praias”, fala a consultora. 

A febre do body

Letícia diz que uma peça que está sendo usada em Boogie Oogie que merece investimento é o body, item que foi febre com a Clara de Giovanna Antonelli, em Em Família (Globo). “Ele aparece tanto na personagem Vitória quanto em Inês. É versátil. Pode ir à praia ou compor um look do dia a dia. Quem quiser ousar pode optar por um modelo com estampa tropical ou de joias.”

Segundo a especialista, o body é fácil de usar. Vai bem com calça e shorts jeans ou mesmo com uma saída de praia. “Quem quiser ficar supermoderna pode investir em um com mangas compridas”, sugere.

Fique de olho

A consultora afirma que vale acompanhar todos os movimentos fashion da personagem de Bianca Bin em Boogie Oogie.
“Os looks dela têm tudo dos anos 1970 ao mesmo tempo: brilho, cor, barriga de fora, cintos largos. O estilo de Vitória é bem bacana, funciona e é até ‘usável’ para quem quiser copiar com alguma moderação.” Como a novela se passa no final da década e ela é supermoderna, Vitória também mostra referências dos anos 1980, como as estampas psicodélicas.


O visual mais sério de Gilda (Letícia Spiller) também pode ser uma inspiração interessante

“Na outra ponta com um visual mais sério, acho bastante interessante a Gilda, personagem da Letícia Spiller. O guarda-roupa dela traz conjuntos, parte de cima combinando com a de baixo, óculos grandes e cabelo à la Farah Fawcett. Tudo isso voltou à moda agora, em versões um pouco mais modernas, mas vale ficar de olho nela.”

Cuidado para não derrapar

Letícia diz que, no figurino da novela, as roupas perigosas de combinar são aquelas com uma pegada discoteca, um quê de exagero, característico da época.

A consultora cita as peças douradas de Vitória, as sandálias com meia de lurex e a as bijuterias enormes e coloridas.
“Em 2014, não dá mais para usar calça e jaqueta douradas com top, como a personagem de Bianca Bin já apareceu usando. Para um look atual, teríamos de escolher uma dessas três peças e combinar com outras mais sóbrias”, fala a expert.

Outra inspiração que pode levar a equívocos vem das peças hipongas de Sandra. “Usar bata, colete, saia longa e bolsa carteiro, como ela usa, ficaria um tanto caricato. Mais legal e novo é escolher uma ou duas peças e juntar a outras mais atuais”, afirma Letícia.

Ela sugere, por exemplo, combinar em um look uma t-shirt básica, saia longa, sandálias do tipo birkenstock e bolsa carteiro. “É um jeito de ter duas peças retrô, mas com uma carinha nova, pois a t-shirt básica é atemporal, e as sandálias birken são o que há de mais quente e moderninho hoje”, comenta. 

Deixe na ficção

“Deixaria no passado o colete hipponga da Sandra e as sandálias com meia de lurex da Vitória. Nenhuma dessas peças voltou para as ruas ou para as passarelas.”


Leticia Santos: www.lsconsultoriaestilo.com

► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.