Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

RESULTADO DECEPCIONA

Guerra na Ucrânia derruba Netflix e frustra planos de dominação na TV

REPRODUÇÃO/NETFLIX

Imagem de Itzan Escamilla como Samuel em Elite

Itzan Escamilla como Samuel em Elite, um dos sucessos da Netflix; streaming decepcionou mercado

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 19/4/2022 - 19h18

A Guerra da Ucrânia frustrou os planos de dominação mundial da Netflix. Segundo o balanço divulgado nesta terça-feira (19), a gigante do streaming perdeu 700 mil assinantes ao deixar de funcionar na Rússia e afirmou que os números irão piorar nos próximos meses. Além disso, a competição com a TV tradicional e o surgimento de novos streamings foram apontados como fatores prejudiciais para a empresa.

"Nosso crescimento de receita desacelerou consideravelmente, como mostram nossos resultados e projeções. O grande impulso do streaming proporcionado pela Covid-19 no streaming obscureceu esse cenário até recentemente", pontuou o serviço de streaming durante o informe divulgado aos acionistas.

Após o início da guerra, a Netflix suspendeu as operações na Rússia, o que provocou a perda de 700 mil usuários. Por isso, a plataforma fechou o trimestre com 200 mil assinantes a menos do que o registrado no fim de 2021. A meta era ganhar 2,5 milhões entre janeiro e março. É a primeira vez que a gigante do streaming registra queda nos clientes desde outubro de 2011.

Para o segundo trimestre deste ano, a Netflix projetou uma perda de 2 milhões de usuários. O surgimento de novos serviços de streaming, o compartilhamento de senhas e fatores logísticos (como os custos de internet nas residências) foram apontados como alguns dos fatores desse resultado negativo.

"A competição pela audiência com a TV linear, bem como YouTube, Amazon e Hulu, tem sido robusta ao longo dos últimos 15 anos. No entanto, nos últimos três anos, conforme as empresas tradicionais de entretenimento perceberam que o streaming é o futuro, muitos novos serviços também foram lançados", ponderou.

"A chave para o nosso sucesso tem sido nossa capacidade de criar entretenimento incrível em todo o mundo, apresentá-lo de maneiras altamente personalizadas e ganhar mais visualizações do que nossos concorrentes. Esses são os principais pontos fortes e vantagens competitivas da Netflix. Juntamente com a nossa forte rentabilidade, acreditamos que temos a base a partir da qual podemos melhorar significativamente e rentabilizar melhor o nosso serviço a longo prazo", reforçou a companhia, em tom otimista para tentar acalmar o mercado.

TUDO SOBRE

Netflix


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.