Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

QUEIMADA

Globo esconde Nos Tempos do Imperador em comercial após acusação de racismo

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Selton Mello como Dom Pedro II em Nos Tempos do Imperador. Ele olha para o lado esquerdo e usa uma roupa de época.

Selton Mello em Nos Tempos do Imperador: novela não vai ser vendida para o exterior pela Globo

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 12/3/2022 - 7h00

A Globo decidiu não apresentar Nos Tempos do Imperador como uma trama disponível para o mercado internacional. A emissora vai oferecer suas novidades na Napte Virtual, apresentação criada pela maior feira de TV do mundo. O folhetim protagonizado por Selton Mello foi deixado de lado. O fato ocorre após o diretor da trama, denunciado por racismo nos bastidores, ser demitido da emissora.

A apresentação na Natpe acontece no próximo dia 30 e terá alguns executivos importantes da Globo falando sobre a história da emissora em novelas. As tramas escolhidas para compor a vitrine da emissora foram: Pantanal, que ainda nem estreou; Além da Ilusão, que começou em fevereiro; Um Lugar ao Sol, que termina nas próximas semanas; e Quanto Mais Vida, Melhor!, prevista para deixar o horário das sete em maio. 

Segundo apurou o Notícias da TV, a decisão de não vender Nos Tempos do Imperador já havia sido feita no último trimestre do ano passado, mas foi reforçada no início deste mês de março pela direção da Globo. Além da repercussão ruim das acusações contra Vinicius Coimbra, a emissora entendeu que não havia apelo comercial suficiente.

Como o pano de fundo são fatos históricos do Brasil, entendeu-se que Nos Tempos do Imperador não teria muitos atrativos para os principais mercados em que a Globo vende suas novelas --leste da Europa e América Central. A repercussão das acusações de racismo nos bastidores reforçaram a decisão de deixar a novela de fora dos negócios internacionais.

Nesta semana, conforme informou a colunista Carla Bittencourt do Notícias da TV, Vinicius Coimbra foi demitido da Globo. A alegação dada por ele para a sua demissão foi de assédio moral. Mas a apuração dá conta de que as acusações de racismo pesaram para seu desligamento. 

Segundo as denúncias feitas pelas atrizes Roberta Rodrigues, Cinnara Leal e Dani Ornellas, Vinícius Coimbra tratava de forma discriminatória os atores negros da trama de época durante suas gravações. A Globo abriu uma investigação em seu compliance e convocou atores para depor.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.