NOVO CANAL

Presidente da CNN Brasil se reúne com líder da WarnerMedia antes de estreia

DIVULGAÇÃO/CNN

CEO da CNN Brasil Douglas Tavolaro e e o líder do grupo WarnerMedia Jeff Zucker, durante reunião em Nova York

Douglas Tavolaro, CEO da CNN Brasil e o líder da WarnerMedia Jeff Zucker, durante reunião em Nova York

REDAÇÃO - Publicado em 28/10/2019, às 08h35 - Atualizado às 09h08

A diretoria da CNN Brasil se reuniu com o líder do grupo WarnerMedia, controlador da CNN, para conversas sobre a estreia do canal brasileiro, que só irá ocorrer em março. O presidente da CNN Brasil, Douglas Tavolaro, e o vice-presidente de Conteúdo Internacional, Américo Martins, encontraram Jeff Zucker, o presidente mundial da CNN, em Nova York, no fim de semana.

No encontro, Tavolaro discutiu com Zucker, que também é o presidente global de Jornalismo e Esportes da WarnerMerdia, sobre o projeto da licenciada brasileira. Os executivos brasileiros também foram ao evento Citzen By CNN, representando o Brasil. A conferência anual reúne empresários, políticos e lideranças de mídia para discutir temas sobre cidadania e jornalismo nos Estados Unidos.

De acordo com nota oficial, Zucker demonstrou apoio às medidas de gestão da equipe brasileira de jornalismo e programação, reforçou os compromissos de cooperação operacional entre os grupos e se disse entusiasmado com os resultados do projeto no Brasil, mesmo antes da estreia. 

As principais áreas do comando executivo norte-americano e profissionais da CNN Europa estiveram presentes nos dois dias de reuniões realizadas na nova sede da WarnerMedia, um edifício em Hudson Yards, bairro revitalizado de Nova York.

O debate foi mediado pelos principais âncoras da CNN, como Anderson Cooper, Chris Cuomo e Christiane Amanpour.

A WarnerMedia é uma empresa de mídia e entretenimento que cria e distribui conteúdo para o público global através de suas marcas, que incluem: HBO, HBO Now, HBO Max, Warner Bros., TNT, TBS, truTV, CNN, DC Entertainment, New Line, Cartoon Network, Adult Swim, Turner Classic Movies e outros. A WarnerMedia faz parte da AT&T Inc.

CNN Brasil 

Com estreia prevista apenas para 2020, a CNN Brasil já contratou vários profissionais de concorrentes como o Grupo Globo, além de "atacar" as emissoras Record e Cultura, o jornal Estadão e a rádio Jovem Pan. 

Entre as contratações estão Lourival Sant'Anna, que vai reforçar um time que já conta com Monalisa Perrone (que trocou o Hora 1 por um telejornal no horário nobre) e Reinaldo Gottino (que se demitiu da Record e comandará um programa de política e economia).

Os primeiros reforços do canal foram os ex-Globo Evaristo Costa e William Waack. Na sequência, Mari Palma e Phelipe Siani pediram demissão da emissora de Roberto Marinho para assinar com o canal. Luciana Barreto, do canal Futura, foi para a CNN em julho, e a ex-apresentadora do Globo Esporte Cris Dias foi anunciada como nova funcionária em setembro deste ano. 

Tudo sobre

CNN CNN Brasil Globo Record

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é a mãe mais surtada de Amor de Mãe?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook