Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ATRIZ DE 29 ANOS

Cinco filmes para conhecer Elizabeth Debicki, a princesa Diana de The Crown

Divulgação/20th Century Studios

Elizabeth Debicki apreensiva em cena de As Viúvas (2018

Elizabeth Debicki em As Viúvas (2018); atriz se destacou em filmes antes de entrar para The Crown

REDAÇÃO

Publicado em 18/8/2020 - 6h45

A Netflix anunciou que Elizabeth Debicki será a responsável por viver a princesa Diana (1961-1997) nas últimas temporadas de The Crown. Muitos devem ter pensado: quem? A atriz francesa de 29 anos pode não ser tão conhecida do grande público, mas já tem no currículo participações em produções que não devem nada ao sucesso da Netflix.

Entre filmes que foram sucessos de bilheteria e outros com menos apelo, a substituta de Emma Corrin na série sobre a realeza britânica pode se considerar versátil. Elizabeth já viveu desde uma poderosa rainha extraterrestre em Guardiões da Galáxia 2 (2017) a uma mulher vingativa em As Viúvas (2018).

Com o seu nome em alta em Hollywood, a atriz vai participar de produções aguardadas pelos fãs de cultura pop: Tenet, próximo filme do cineasta Christopher Nolan, e Pedro Coelho 2, sequência do longa em que dubla a coelhinha Mopsy.

Veja abaixo cinco títulos para conhecer melhor o trabalho de Elizabeth Debicki:

Divulgação/warner Bros

Elizabeth Debicki em O Grande Gatsby; foi o seu primeiro papel de destaque em Hollywood 


O Grande Gatsby (2013)

Seu primeiro papel em um grande filme da indústria foi na adaptação ao cinema de O Grande Gatsby, dirigida por Baz Luhrmann. Ela interpretou Jordan Baker, uma rica  jogadora de golfe da elite retratada no livro escrito por F. Scott Fitzgerald (1896-1940). Linda, ela assustava a alta sociedade por ser considerada uma mulher moderna e à frente do seu tempo --apesar de esconder fragilidades.

Divulgação/STUDIOCANAL

A atriz teve papel secundário em Macbeth (2015), adaptação da peça de William Shakespeare


Macbeth: Ambição e Guerra (2015)

A segunda participação da atriz em uma produção de destaque foi em outra adaptação. Desta vez, Elizabeth viveu Lady Macduff na versão cinematográfica da peça de William Shakespeare (1564-1616) dirigida por Justin Kurzel. A personagem aparece brevemente na história original, mas ganhou mais cenas no longa. 

Apesar de estar em um papel secundário, a nova estrela de The Crown contracenou com nomes como Michael Fassbender, Marion Cotillard e David Thewlis.

DIVULGAÇÃO/WARNER BROS.

Elizabeth Debicki interpretou a rica Victoria na adaptação ao cinema de O Agente da U.N.C.L.E 


O Agente da U.N.C.L.E. (2015)

Elizabeth brilhou em mais uma adaptação hollywoodiana, mas desta vez de uma série de TV. O diretor Guy Ritchie levou para os cinemas a história de O Agente da U.N.C.L.E. (1964-1968), exibida pela emissora NBC e que contava a história de dois espiões (um americano e um russo) que precisavam se unir em plena Guerra Fria para combater inimigos em comum.

Elizabeth interpretou uma das vilãs da trama, a milionária sexy Victoria, enquanto os dois agentes foram vividos por Henry Cavill, o Superman, e Armie Hammer.

DIVULGAÇÃO/MARVEL

A atriz viveu uma das principais antagonistas de Guardiões da Galáxia 2, a alienígena Ayesha


Guardiões da Galáxia 2 (2017)

Na sequência de uma das franquias de maior sucesso da Marvel, Elizabeth foi a responsável por viver Ayesha, alta-sacerdotisa dos Soberanos, uma raça alienígena superior (ou, ao menos, eles se consideram assim) que se estabelece como um dos grandes obstáculos da equipe.

O diretor do filme, James Gunn, já revelou que a atriz deve voltar a interpretar a personagem no próximo filme da série cinematográfica. Ainda segundo o cineasta, Elizabeth é uma das personalidades com quem ele mais gostou de trabalhar e deve ganhar ainda mais espaço na sequência.

DIVULGAÇÃO/20TH CENTURY STUDIOS

Alice, uma das protagonistas de As Viúvas, pratica para enfrentar o maior desafo de sua vida


As Viúvas (2018)

No longa de Steve McQueen, a artista interpretou Alice, uma das viúvas do título, ao lado de Viola Davis, Michelle Rodriguez e Cynthia Erivo. Na trama, o quarteto se vê obrigado a planejar um grande assalto para ajustar sua vida financeira após a morte de seus respectivos maridos.

Ao lado de Viola, a agora atriz de The Crown foi um dos destaques do longa, o que abriu novos caminhos para Elizabeth integrar o elenco de grandes produções.

DIVULGAÇÃO/AMC 

A atriz também se destacou como a mulher de Hugh Laurie na minissérie The Night Manager;


Dica bônus: The Night Manager (2017)

The Crown não será a primeira vez que a atriz integra o elenco de uma produção fora dos cinemas. Em The Night Manager, minissérie feita em coprodução entre o canal pago americano AMC e a britânica BBC One sobre um gerente de hotel no Cairo que se infiltra em um grupo terrorista, Elizabeth interpretou Jed Marshall, uma das protagonistas da trama.

A produção fez sucesso também nos EUA e rendeu as estatuetas de atuação para Tom Hiddleston (melhor ator), Hugh Laurie (melhor ator coadjuvante) e Olivia Coleman (melhor atriz coadjuvante) no Globo de Ouro de 2017.

Um fato curioso: em The Night Manager, a nova princesa Diana contracenou com Tobias Menzies, intérprete do príncipe Phillip nas terceira e quarta temporadas de The Crown. Eles, no entanto, não vão contracenar: o marido da rainha será vivido por Jonathan Pryce nas duas temporadas finais do drama sobre a realeza.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.46%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.32%