Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

VINNIE PICCINNO

Youtuber que acusa Biel de calote de R$ 40 mil cria vaquinha online; cantor se defende

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Biel e Vinnie Piccinno em foto publicada pelo youtuber em fevereiro de 2020

Biel e Vinnie Piccinno em foto publicada pelo youtuber em fevereiro; cantor é acusado de calote

REDAÇÃO

Publicado em 26/8/2020 - 19h27

Vinicius Soares Picino, conhecido como Vinnie Piccinno nas redes sociais, usou a fama de youtuber para acusar o cantor Biel de calote. Ele diz ter investido dinheiro no artista, que não pagou o combinado. Agora, com uma dívida de R$ 40 mil, o influenciador digital abriu uma vaquinha online para arrecadar a quantia. O funkeiro, por sua vez, se defende e afirma ter comprovantes de que pagou o que devia.

Pré-confinado em São Paulo para participar de A Fazenda 12, Biel está no meio de uma polêmica. Inicialmente, o empresário Eduardo Ferreira acusou o artista de calote. Em entrevista para Fabia Oliveira, do jornal O Dia, o profissional disse ter investido R$ 80 mil na carreira do funkeiro, mas nunca viu o dinheiro de volta.

Ferreira informou que não foi o único lesado, pois Piccinno também seria um dos investidores. O rapaz de 25 anos, que está começando uma carreira como influenciador digital, deu sua versão dos fatos em suas redes sociais.

Na segunda-feira (24), ele relatou que usou o cartão de crédito de seu pai para arcar com as despesas de Biel para a gravação de um clipe, em Campos do Jordão, em São Paulo, em janeiro. A dívida teria sido inicialmente de R$ 15 mil, mas com os juros chegou a R$ 40 mil.

Ao Notícias da TV, Sérgio Rodrigues, pai de Biel, falou sobre as acusações do youtuber. Segundo ele, o pagamento foi feito para o ex-empresário, que não teria repassado a quantia para o produtor de conteúdo. "Eduardo usou o cartão do Vinnie para suportar a empresa dele, e os gastos com o Biel foram pagos, temos comprovantes. O Edu que não pagou o Vinnie", disse.

Vinnie Piccinno cria vaquinha para arrecadar R$ 65 mil

"Biel está estabilizado financeiramente, tem sua empresa independente, com sede própria, mobiliários, carro, funcionários e nunca se envolveria numa situação desta", completou o pai do cantor.

A assessoria de imprensa de Piccinno, por sua vez, informou que o montante pago foi de R$ 6.500. No entanto, essa quantia não cobre o consumo feito e os juros que se amontoaram com o atraso do pagamento da fatura do cartão.

"Existe um valor em aberto que está correndo juros. Valor este utilizado para gastos do cantor Biel, na esperança de ser ressarcido pelo tal investidor dos Estados Unidos. Se o valor tivesse sido pago, já teríamos quitado faz tempo. Só precisamos que seja quitado este valor em aberto no banco", informa.

"Foi pago um valor de, aproximadamente, R$ 6.500 referente despesa de cachê de modelo do clipe e abatimento dos juros do cartão. Então, ainda existe o valor restante, com a ciência de todos, que precisa ser resolvido para que não traga mais danos emocionais ao pai do Vinnie, que é um idoso. Estamos esperançosos que tudo se resolva e o pai do Vinnie seja ressarcido", completa a assessoria do youtuber.

Dívida monstruosa

Com o valor aumentando a cada dia, Piccinno se viu sem saída e buscou ajuda em sua plataforma de trabalho: anunciou uma arrecadação online em suas redes sociais.

"Vaquinha para pagar o rombo que o Biel deixou no meu cartão", divulgou. "Em janeiro, fiquei sabendo do retorno do Gabriel (Mc Biel) ao Brasil e que o mesmo tentaria se reerguer. Sempre que posso, ajudo meus amigos e nunca tive um problema como esse", desabafou.

"Arquei com os custos do videoclipe dele, van, passagens, equipamento, alimentação, estadia e afins. Sempre deixei claro que a fatura vencia dia 25. E, de janeiro para cá, foram me dando desculpas para não pagar. E uma dívida que no começo era pequena, hoje está monstruosa. Não sei mais como resolver. Peço a ajuda de vocês", completou.

O youtuber espera arrecadar R$ 65 mil em doações. Em dois dias, recebeu apenas R$ 170. Ele conta com a repercussão nas redes sociais para aumentar esse valor.

A reportagem procurou Eduardo Ferreira, o ex-empresário, para comentar o caso, mas não obteve retorno até a publicação deste texto.

Veja publicações de Vinnie Piccinno:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?