Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO CONFESSIONÁRIO

Vaza denúncia de Emilly Araújo sobre agressões de Marcos Harter no BBB17

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Imagem de Marcos Harter apontando o dedo no rosto de Emilly Araújo no BBB17

Marcos Harter grita com Emilly Araújo no BBB17; vídeo denunciando agressões vazou na web

REDAÇÃO

Publicado em 27/8/2020 - 9h17
Atualizado em 27/8/2020 - 20h36

Mais de três anos após o fim do BBB17, marcado pela expulsão de Marcos Harter por agressão contra Emilly Araújo, vazou nas redes sociais um vídeo da campeã supostamente exibindo os hematomas e relatando as brigas com o cirurgião plástico a um médico e a uma advogada dentro do confessionário. 

No vídeo, gravado em 10 de março de 2017, o médico pede que Emilly mostre uma marca no antebraço esquerdo, que já havia sido exibida antes. "Lembra aquele roxo que eu te mostrei no meu braço? Foi o Marcos que fez. Agora já saiu", diz ela, apontando para o local.

Enquanto a advogada fotografa, o médico segue com o interrogatório, e Emilly descreve todas as agressões que teria sofrido de Harter. Ela diz que sentiu bastante dor, mas afirma que o perdoou ao vê-lo chorar. No entanto, o cirurgião plástico foi expulso do programa poucas horas após essa conversa no confessionário.

O ex-casal já havia sido chamado pela produção dois dias antes, depois que Harter a encurralou contra a parede durante uma festa. Na ocasião, internautas se revoltaram e pediram a expulsão do médico, e Tiago Leifert avisou que a equipe do programa poderia intervir caso Emilly reclamasse.

Apesar de a participante não ter denunciado as agressões, uma delegada da Divisão de Polícia de Atendimento à Mulher de Jacarepaguá esteve nos Estúdios Globo para averiguar o caso. A conversa de Emilly no confessionário com a advogada e o médico aconteceu depois dessa visita. 

A advogada da Globo, que se apresentou como Raquel, comenta com Emilly sobre a visita da delegada e avisa que ela poderia pedir uma medida protetiva urgente contra Harter. A participante, no entanto, recusou: "Não. Inclusive isso é uma coisa que eu quero conversar com ele [Marcos], porque o que aconteceu foi grave", responde ela.

"Quando eles [equipe do programa] me alertaram que estavam preocupados com as atitudes dele comigo, eu decidi ficar mais quieta. Decidi, mesmo que eu ache que ele esteja errado, não falar, pra ele não agir mais daquela forma", completa a campeã.

Nas redes sociais, internautas apoiaram Emilly e destacaram que, mesmo agredida, a participante não pediu a expulsão de Harter, além de se dispor a diminuir o contato para que ele não se descontrolasse mais e fosse prejudicado.

Posicionamentos

Ao Notícias da TV,  o advogado Paulo Victor Lima, responsável pela defesa de Emilly Araújo, lamentou a postura do médico e disse que ele "continua com uma verdadeira campanha vexatória contra a honra de Emilly ao proferir acusações levianas e sem nenhum lastro probatório. Harter não pode contorcer seu direito de defesa para proferir ataques contra Emilly. Todas as medidas judiciais possíveis serão adotadas para romper com este círculo pernicioso".

A Globo informou que o vídeo foi entregue à Justiça por causa do processo movido por Harter contra a emissora, no qual ele pede R$ 750 mil de indenização. "A Globo tem rígidas medidas de segurança da informação constantemente revistas. No caso específico dessas imagens, em cumprimento a uma determinação judicial, elas foram entregues às autoridades competentes na ação movida pelo ex-participante do BBB, Marcos Harter, contra a Globo", explicou a emissora responsável pelo reality.

Em resposta à reportagem, Marcos Harter afirmou: "Saí do programa com os braços cheios de marcas das unhas de Emilly, e isso nunca foi levado em consideração, além das outras agressões que ela fez contra mim, e isso nunca foi abordado pela Globo. Outra questão é: se de fato Emilly foi agredida, por que as mais de 200 câmeras do programa não conseguiram registrar tais cenas e estas nunca vieram ao público? Garanto que nunca virão; pois não existem".

"Como que num reality show da terceira maior emissora do mundo, com mais de 200 câmeras, não flagram essas cenas de agressão?", concluiu o médico.

Confira abaixo o vídeo:

View this post on Instagram

REDE GLOBO LIXO, NÃO ADIANTA TIRAR O ÁUDIO DO VÍDEO, POIS VOU REEDITAR QUANTAS VEZES FOREM NECESSÁRIAS E POSTAREI NOVAMENTE. CADÊ A LIBERDADE DE IMPRENSA? EU VOU POSTAR TODOS OS OUTROS VÍDEOS TAMBÉM. VOCÊS NÃO FORAM HONESTOS COM O MARCOS, COMO FIZERAM O MESMO COM O PRIOR. Fica evidente a interferência e a tentativa de manipulação por parte da advogada que conversa com Emilly no confessionário. Assistam ao vídeo e vejam que não ficou confirmado, pela suposta "vítima", o comportamento agressivo e quase criminoso atribuído ao participante @drmarcosharter. Mesmo com toda campanha difamatória empenhada contra o médico, o vídeo deixa claro que em momento algum, a suposta "vítima" se sentia ameaçada. Quando muito, assustada. O que difere, sobremaneira, da narrativa covarde da emissora que o tempo todo se ocupou em queimar a imagem do participante, sem se preocupar com a destruição que causou à vida pessoal e profissional dele. Será que havia alguma outra intenção da #GLOBOLIXO em forçar a saída de um dos favoritos ao prêmio da edição do programa #bbb17, a três dias de acabar o reality? COMENTEM AO MÁXIMO! #bbblixo #bbb17 #bbb #globopodre #GLOBOLIXO #manipulação #manipulacao #marcosharter #marcoshartercirurgiaplastica #aglobodeve1trilhão #lixodeemissora #juntoscombolsonaro #euapoioahidroxicloroquina #hidroxicloroquina #globolixo @drmarcosharter @paulamesquitarj @marcorozza @biakicis @ladyfontenelle @jairmessiasbolsonaro @bolsonarosp @maracastro1310 @fc_drmarcosharter @marcosharter_caraqloucura @carla.zambelli @roboconservador @tiagovargasms @felipeprior

A post shared by BETOH CASCARDO (@betohcascardo) on

Veja as reações nas redes sociais:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual reality show você acompanhará após o fim do BBB21?