Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

BRIGA JUDICIAL

Rose Miriam resgata fotos íntimas para provar relação amorosa com Gugu Liberato

FOTOS: ARQUIVO PESSOAL

Gugu Liberato e Rose Miriam di Matteo em foto do álbum de família

Gugu Liberato e Rose Miriam di Matteo em foto do álbum de família; material será apresentado na Justiça

REDAÇÃO

Publicado em 8/2/2020 - 15h22

Rose Miriam di Matteo resgatou fotos que colecionou nos últimos anos em que aparece em momentos íntimos com Gugu Liberato (1959-2019). Ela enviou todo o material para o escritório de seu advogado, Nelson Willians, com o objetivo de provar que tinha uma relação amorosa e estável com o apresentador. Os arquivos serão digitalizados e enviados à Justiça.

As imagens foram publicadas por Mônica Bergamo em sua coluna na Folha de S.Paulo. O assessor de imprensa de Nelson Willians autorizou o Notícias da TV a reproduzí-las neste texto.

As fotos serão anexadas à ação que Nelson Willians dará entrada na Justiça nesta semana. Em dezembro, ele tem recebido de Rose Miriam todos os materiais que possam servir como provas para o reconhecimento da relação estável --fato que a família de Gugu nega.

Desde que iniciou a batalha na Justiça, Rose tem colecionado uma negativa atrás da outra. Na quarta-feira (5), a mãe dos filhos de Gugu teve a pensão mensal de R$ 100 mil cassada pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Gugu Liberato e Rose Miriam di Matteo

Em liminar (decisão temporária), o desembargador Galdino Toledo determinou que, em vez dos R$ 100 mil, sejam pagos à médica a quantia de US$ 10 mil por mês, cerca de R$ 42 mil. Esse dinheiro será usado para a manutenção da casa em Orlando.

Em seu despacho, o desembargador considerou que Gugu e Rose não tinham relação estável, ou seja, não eram marido e mulher, diferentemente do que ela pleiteia. Toledo se baseou no documento, apresentado pela família Liberato, em que a médica reconhece que fez um acordo com o apresentador apenas para ter filhos e educá-los, mas sem uma relação conjugal ou contato íntimo.

Ela havia conseguido a pensão de R$ 100 mil em 24 de janeiro. O juiz da 9ª Vara da Família e das Sucessões do Foro Central da Capital de São Paulo deferiu o pedido liminarmente a favor dela. Na ocasião, ela alegou que estava sem recursos para se manter em solo norte-americano, uma vez que Gugu era seu provedor.

Já na terça-feira (4), a juíza Eliane Ferreira, da 1ª Vara de Família e Sucessões da Capital, indeferiu o pedido de bloqueio de 50% dos bens com base no entendimento de que Gugu e Rose não eram marido e mulher. A decisão é considerada uma vitória para a família Liberato.

Para a conclusão, a magistrada analisou o mesmo documento de 2011. Além dessa negativa, a médica também não conseguiu que sua pensão fosse depositada na conta bancária de seu advogado, Nelson Willians.

Outra investida que não deu certo pela defesa da mãe dos filhos de Gugu foi o pedido para retirar Aparecida Liberato, irmã do apresentador, do posto de inventariante da herança. A requisição foi negada e a numeróloga permanece à frente da administração dos bens do irmão.

disputa na Justiça começou no dia da leitura do testamento, em 29 de novembro, logo após o velório do apresentador, em São Paulo. Excluída, Rose decidiu procurar o escritório de Willians para iniciar o processo de reconhecimento da união estável e ter direito a 50% da herança.

As decisões ainda são em caráter de liminar, ou seja, temporárias. A Justiça vai analisar o mérito da relação entre Gugu e Rose para saber se eles tinham ou não uma relação estável e, consequentemente, se ela tem direito a metade dos bens.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?

Muito bom, tem todo o conteúdo que os fãs da Disney amam.
19.71%
O catálogo é bom, mas há falhas e problemas no aplicativo.
8.45%
Não gostei, o conteúdo não me interessou.
17.51%
Não assinei, achei o preço muito alto.
54.33%