Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

LADO FEMININO

Ronnie Von revela que quase apanhou de homens por comprar lingerie para a filha

Reprodução/Instagram

Ronnie Von em sua casa usando camisa azul

Ex-apresentador da Gazeta, Ronnie Von revelou que seu lado feminino despertou machismo de outros homens

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 19/10/2020 - 12h05

Ronnie Von revelou que foi vítima de machismo em um shopping por parte de um grupo de homens. O ex-apresentador da Gazeta, que se considera "feminino", quase apanhou quando o viram entrar em uma loja de lingerie para comprar peças íntimas para a sua filha, Alessandra.

"Uma vez quase apanhei de alguns homens que me viram entrar em uma loja em um shopping para comprar lingerie para a minha filha. Os homens me xingando porque 'onde já se viu um homem comprando lingerie'", contou à revista Quem.

Aos 76 anos de idade, o ex-cantor conheceu o seu lado feminino após anos de união com sua primeira mulher, Aretuza, com quem teve os filhos Alessandra e Ronaldo.

"Eu sou um homem latino-americano que tem essa cultura machista ensinada até pela própria mãe. Quando me separei, tive que ser tudo para os meus filhos. O comportamento machista começou a me incomodar depois que virei mãe", completou.

Casado há 35 anos com Maria Cristina Rangel, a Kika, o veterano disse também que acha uma bobagem limitar as afinidades de homens e mulheres com determinadas atividades.

"A Kika ama carros. Ela é piloto de kart. Vim de uma família de recursos, mas minha mãe achava que um cavalheiro tinha que fazer de tudo. Lavo, passo, arrumo e cozinho com perfeição. Sei fazer até ponto cruz. Eu que ensinei a Kika a trocar fralda, faço todas as compras de cama, mesa e banho e visto a minha mulher da cabeça aos pés", detalhou.

Ronnie destacou ainda que o seu gosto por atividades da casa não interfere na sua orientação sexual: "Tenho uma cabeça absolutamente feminina. Isso não arranha e nunca arranhou a minha virilidade. Continuo sendo doido por mulher, pela minha".

Pelo fato de ter seu lado feminino aflorado, o artista se mostrou um grande companheiro para a esposa. "Na TPM, a Kika tinha uma bonequinha de pano de face dupla. Um lado tinha a face triste e do outro a alegre. Quando a bonequinha estava com a cara triste, eu respeitava aquilo. Então, não tem como ensinar ninguém a entender a sensibilidade feminina ou masculina. É uma questão de muita parceria, amizade e amor", contou.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?