Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

TRINTA ANOS DEPOIS

Por onde andam as atrizes que fizeram sucesso nas novelas em 1990?

Reprodução/Manchete e TV Globo

As atrizes Cristiana Oliveira e Cláudia Abreu em cenas de Pantanal e Barriga de Aluguel, respectivamente

As atrizes Cristiana Oliveira e Cláudia Abreu ganharam fama com novelas que fizeram no ano de 1990

REDAÇÃO

Publicado em 17/7/2020 - 7h00

O ano de 1990 marcou a vida de várias atrizes que conquistaram fama e reconhecimento por seus trabalhos em novelas. Várias delas aproveitaram a repercussão e seguiram carreira, na Globo, no teatro ou em outras emissoras com papéis de destaque. Outras tiveram rumos diferentes e decidiram se dedicar a outras atividades.

Entre as que permanecem na ativa, Cláudia Abreu é quem conquistou a carreira mais estável. Após interpretar a grávida Clara de Barriga de Aluguel (1990), ela emplacou dezenas de papéis na Globo, vários deles como protagonista.

Cristiana Oliveira também teve desempenho marcante há 30 anos, quando viveu Juma em Pantanal, na Manchete. Ela segue como atriz, mas se tornou menos relevante na TV na última década.

Veja como estão hoje sete atrizes que se destacaram na TV há 30 anos:

reprodução/manchete e Instagram

Cristiana Oliveira em Pantanal e atualmente; atriz mantém boa forma aos 56 anos de idade


Cristiana Oliveira

Até hoje Cristiana é lembrada pela Juma Marruá, sua personagem em Pantanal (1990). A novela foi um grande sucesso na Manchete e chegou a superar a Globo na audiência. O papel rendeu a atriz um convite para ir para a emissora líder em 1992.

Na Globo, atuou em diversas novelas, séries e especiais, como Quatro por Quatro (1994) e O Clone (2001). Seu último trabalho na emissora foi Salve Jorge (2012). Desde então, Cristiana atuou em Tô de Graça, do Multishow, e em novelas da Record, como A Terra Prometida (2016) e Topíssima (2019).

reprodução/tv globo e Instagram

Cláudia Abreu tem carreira sólida na Globo e deve aparecer ainda neste ano em série de terror


Cláudia Abreu

Cláudia Abreu teve muito sucesso e projeção na carreira com seu papel de 1990: ela viveu a protagonista Clara de Barriga de Aluguel. O trabalho seguinte também foi marcante para sua carreira: a rebelde Heloísa da minissérie Anos Rebeldes (1992). A partir daí, Cláudia teve destaque na Globo e vários papéis de protagonista ou do núcleo principal de novelas.

Algumas foram sucesso, como Celebridades (2003) e Cheias de Charme (2012), e outras fiascos, como Geração Brasil (2014) e A Lei do Amor (2016). Mas a atriz se mantém na ativa na televisão. Seu trabalho mais recente foi a série de terror Desalma, com previsão de estreia ainda para este ano no Globoplay.

divulgação/tv Globo  e Reprodução/Instagram

A atriz Lisandra Souto aos 15 anos, na novela Gente Fina (1990), e atualmente, aos 45 anos


Lisandra Souto

O ano de 1990 foi tão produtivo para Lisandra Souto, então com apenas 15 anos, que ela fez duas novelas, em papéis de destaque: Gente Fina e Meu Bem, Meu Mal. Naquela década, foi uma das principais atrizes jovens da Globo e apareceu também em produções como De Corpo e Alma (1992) e Quatro por Quatro (1994).

No entanto, Lisandra decidiu pausar sua carreira em 1998 para se dedicar ao casamento e à família. Retomou o trabalho como atriz só em 2012, em Salve Jorge. Depois, fez duas novelas na Record, Os Dez Mandamentos (2015) e Apocalipse (2017). Hoje, aos 45 anos, voltou a se dedicar à família e ao (novo) casamento.

reprodução/tv Globo e divulgação/Max Abdo Bistrô

Lidia Brondi em Meu Bem, Meu Mal (1990) e no casamento com Cássio Gabus Mendes (2013)


Lidia Brondi

Em 1990, ela era uma das atrizes mais promissoras de sua geração na TV. Já havia feita sucesso em novelas como Roque Santeiro (1985), Vale Tudo (1988) e Tieta (1989). Mas Lídia Brondi surpreendeu a todos quando decidiu encerrar a carreira de atriz após atuar em Meu Bem, Meu Mal (1990).

Formada em Psicologia desde 1992, ela atende pacientes em São Paulo. É casada com o ator Cássio Gabus Mendes, com quem fez par romântico tanto em Vale Tudo quanto em Meu Bem, Meu Mal.

reprodução/Viva e Instagram

Denise Fraga fez diversos trabalhos na Globo desde 1990 e estará em novela das nove


Denise Fraga

A atriz estava iniciando a carreira quando conseguiu o papel de Ritinha em Barriga de Aluguel. No mesmo ano, ela entrou para o elenco do humorístico TV Pirata. Nos anos seguintes, Denise Fraga teve destaque na TV em produções como Éramos Seis (1994), novela do SBT; Retrato Falado (2000-2005), quadro do Fantástico; e Queridos Amigos (2008), série da Globo.

Neste período de quarentena, a atriz tem publicado vídeos com histórias curtas em seu perfil no Instagram e seu canal no YouTube. Ela está escalada para atuar na próxima novela das nove, Um Lugar ao Sol. E, nesta sexta (17), estreia na Netflix com a série nacional Boca a Boca, criada por Esmir Filho.

divulgação/tv Globo e Reprodução/Instagram

Marisa Orth estreou na televisão em Rainha da Sucata (1990); neste ano, entrou para o Zorra


Marisa Orth

Em 1990, Marisa Orth fazia sua estreia na Globo como a Nicinha de Rainha da Sucata. Naquela década, ela rapidamente se destacou em papéis de comédia, em atrações como TV Pirata (1992), A Comédia da Vida Privada (1995) e Sai de Baixo (1996-2002). É conhecida até hoje pela personagem Magda.

Nas décadas de 2000 e 2010, Marisa continuou atuando primordialmente em seriados e humorísticos, mas também fez novelas como Haja Coração (2016) e Tempo de Amar (2017). Neste ano, estreou como integrante do Zorra e tem gravado esquetes remotamente, de sua casa.

reprodução/tv Globo e Divulgação/tv Globo

Louise Cardoso em capa de LP da trilha sonora de Mico Preto e em cena de Malhação (2017)


Louise Cardoso

A atriz já tinha carreira consolidada na Globo ao longo dos anos 1980 quando viveu Claudia, a mocinha da novela Mico Preto (1990). Ela continuou fazendo praticamente uma novela ou série por ano ao longo dos anos 1990 e 2000, como Força de um Desejo (1999), Porto dos Milagres (2001) e Páginas da Vida (2006).

O último papel de Louise Cardoso na Globo foi em Malhação (2016-2017). Ela continua se dedicando à carreira, em peças de teatro e no cinema.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do início do BBB21?