Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Por onde anda Edna Velho? Musa da Praça virou funcionária do Banco Central

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem de fotos com Edna Velho em foto nos anos 1990 e atualmente

Antes e depois de Edna Velho; atriz que fez sucesso na TV é funcionária pública e mora em Brasília

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 3/9/2020 - 7h05

Musa de A Praça É Nossa nos anos 1990, a atriz Edna Velho voltou a aparecer nos últimos meses no humorístico, que exibe uma temporada só de reprises. Mas a vida da eterna "Fifa" mudou completamente desde que ela deixou o SBT, em 2003. Fora da TV, a comediante se dedicou ao filho Raphael, mergulhou nos estudos e atualmente mora em Brasília, onde trabalha como funcionária concursada do Banco Central.

Ao Notícias da TV, Edna admite que gosta de se ver na televisão novamente, mas que não abandonaria o seu trabalho para voltar ao meio artístico. A atriz se formou em Gestão Pública em 2015 e emendou os estudos com uma pós-gradução em Gestão de Marketing, concluída em 2019.

"Dá saudade [da Praça], foi um momento muito legal. Eu sou atriz, você não deixa de ser atriz, apesar de não estar atuando. É uma sensação gratificante de ter feito parte dessa história, de fazer parte dessa história", confessa.

A ex-musa do SBT trabalhou como contratada de A Praça É Nossa entre 1994 e 2003. A dona Fifa, uma linda mulher que dava em cima de um idoso, o senhor Philadelpho, interpretado por Rony Rios (1936-2001), foi o seu papel mais marcante no humorístico. Edna também fez a dona Dadá, além de contracenar com a personagem Vera Verão, de Jorge Lafond (1952-2003).

"A Praça é um dos programas de maior importância da TV brasileira, Carlos Alberto de Nóbrega cuida desse programa com tanto carinho, além de um elenco que fez e continua fazendo história na televisão brasileira", exalta a atriz.

Edna estreou na TV na década de 1980, fazendo participações no programa Viva o Gordo (1981-1987), de Jô Soares, e em Os Trapalhões (1974-1995), ambos na Globo. Nessa época, ela também atuava no teatro e foi convidada por Carlos Alberto de Nóbrega para fazer participações na Praça no início da década de 1990.

A comediante foi efetivada no SBT em 1994, quando parou de viajar com seus espetáculos teatrais. Ficou na emissora de Silvio Santos até 2003 e acabou dispensada em uma reformulação do programa, numa época em que ela também estava repensando sua carreira e suas prioridades.

"Houve um momento da minha vida em que eu engravidei [2001] e a minha prioridade era o meu filho, já não tinha mais tanto espaço pra me dedicar à televisão. Foi uma coisa que acabou batendo. Eu saí do SBT com a necessidade da emissora de fazer um ajuste de elenco. Tenho lembranças boas da Praça, do Carlos Alberto de Nóbrega", explica a funcionária pública, que atualmente tem 55 anos.

Veja abaixo um quadro com Edna Velho exibido recentemente em A Praça É Nossa:

Em 2002, Edna teve o seu único filho, Raphael, fruto de um rápido relacionamento com o ex-jogador (e atualmente senador) Romário Faria. Na época, o caso ficou famoso porque o "baixinho" era casado com Danielle Favatto e não quis reconhecer o herdeiro. Ele assumiu a paternidade em 2004, depois de um exame de DNA.

Edna Velho trabalha desde 2013 no Banco Central e mora em Brasília (Foto: Reprodução/Instagram)

Após sair da Praça, Edna Velho teve uma curta passagem pelo Boa Noite, Brasil (2003-2007), da Band, e deixou a TV de vez em 2005. "A saída da TV aconteceu por uma questão pessoal. Eu tinha necessidade de me dedicar mais ao meu filho, ele tinha problemas com a fala quando era pequeno. A gente precisava muito de dedicação, de psicólogo, de fonoaudiólogo. Foi uma opção me dedicar ao meu filho", admite.

Em 2013, a ex-Praça passou em um concurso público, deixou o Rio de Janeiro e se mudou para Brasília, onde mora até hoje. "Nesse tempo de ficar mais em casa, a gente não consegue ficar parada. Estudei muito, além de ter me graduado e pós-graduado. Fiz o concurso do Banco Central, passei em décimo lugar pra especialista técnica", conta.

A única mudança que ela pensa em fazer em breve é deixar o Distrito Federal para  morar em São Paulo ou Rio de Janeiro, onde também existem escritórios do Banco Central. Apesar de gostar de Brasília, Edna diz que sente falta de ambas as cidades.

Musa de uma geração

Considerada um dos símbolos sexuais do Brasil nas décadas de 1990 e 2000, Edna fez cinco ensaios nus para revistas masculinas. Ela não comenta os valores que recebeu, mas afirma que não se arrepende dos trabalhos e que eles foram importantes para aumentar a sua renda.

"Eu fiz as revistas porque eu precisava do dinheiro e porque a equipe que eu trabalhei era totalmente profissional. Não tenho arrependimento porque trabalhei, ganhei meu dinheiro, paguei meus impostos e foi um trabalho como outro qualquer, feito com toda a dignidade. Sou bem resolvida com isso", revela a musa.

Apesar de estar distante da vida artística, Edna não perde o contato com os seus fãs. A atriz mantém páginas no Twitter, no Facebook e no Instagram, rede social em que conta com mais de 105 mil seguidores.

Agora, com as aparições mais frequentes na Praça, ela tem recebido mais mensagens das pessoas, com quem procura sempre ter uma boa relação, apesar de sempre aparecerem alguns mais inconvenientes: "É difícil chegar uma mensagem com grosseria, mas aí eu não dou confiança e eles mudam a abordagem".

Confira fotos recentes de Edna Velho no Instagram:

Ver essa foto no Instagram

Vai receber a entrega do supermercado ou precisou sair? #usemascara😷

Uma publicação compartilhada por Edna Velho (@ednavelho) em

Ver essa foto no Instagram

Acho que vi um gatinho! #gatos 🐈❤️

Uma publicação compartilhada por Edna Velho (@ednavelho) em


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?