Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AMIGOS DE LONGA DATA

Morte de Batoré deixou em choque Pedro Manso: 'Ele não estava muito bem'

REPRODUÇÃO/SBT E REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem com Pedro Manso e Ivanildo Gomes Nogueira (1960-2022), o Batoré

Pedro Manso e Ivanildo Gomes Nogueira (1960-2022), o Batoré; imitador lamentou morte do humorista

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 11/1/2022 - 17h30

Pedro Manso ficou em choque com a morte de Ivanildo Gomes Nogueira (1960-2022), o Batoré. "Ele não estava bem", disse o imitador nesta terça-feira (11) ao relembrar a gravação do piloto de um programa no qual atuou com o humorista. 

"Estivemos juntos pouco tempo atrás, uns seis meses ou menos, pois gravamos o piloto de um programa. Fomos muito bem, demos altas risadas. Nessa gravação, notei que o Batoré estava muito abatido, tinha emagrecido muito. Fiquei até com receio de perguntar o que estava acontecendo, mas percebi que, realmente, ele não estava muito bem", pontuou Manso.

No relato enviado ao programa A Tarde É Sua, da RedeTV!, o comediante ressaltou que mesmo com a aparência abatida, Batoré estava bem-humorado. "Realmente, essa notícia nos pegou de surpresa, uma perda muito grande. Toda vez que nos encontrávamos, era só alegria, brincávamos para caramba. É uma perda que mexe com a gente, com o Brasil, com o nosso humor", afirmou.

O radialista Zé Américo também lamentou a perda do amigo: "Ele ia passar o Réveillon aqui em casa. Não quis vir porque falou: 'Não estou com um jeito muito legal, as pessoas aí na tua casa vão perguntar o motivo por estar tão magro'. Ele acabou não vindo, mas íamos nos encontrar no Réveillon. Falamos todos os dias no final do ano. Neste ano de 2022, falamos várias vezes por mensagens, telefone, é um choque".

"Peguei uma mensagem da Alexandra, filha do Ivan[ildo], falando que ele estava mal, que ele tinha ido para o hospital e teve uma piora, tudo de uma vez, e que os remédios não estavam fazendo efeito. Falei: 'Poxa, vamos tentar ajudar com alguém. Vamos ver se precisa mudar de hospital'. Estava tentando com alguns amigos meus, mas não deu tempo. Em questão de meia hora, me ligaram de novo e falaram que ele tinha morrido", detalhou Américo.

O comunicador disse que entrou em choque com a notícia da morte: "Estava dirigindo o carro. Sabe quando parece que acaba o som? Tem um monte de gente falando, dá um pause e você não ouve mais ninguém? Estou chocado, ele é um cara que gostava de verdade. O Ivan era daqueles caras que você ama ou odeia, pois ele era super sincero".

"Na minha opinião, ele era o melhor humorista da geração que foi. Não tinha ninguém igual, é só vocês verem. É uma pena, estou muito triste, estou sentindo muita falta dele, a televisão vai sentir muita falta dele. Acho que ele merecia muito mais oportunidades do que teve na televisão, vai fazer falta! As pessoas falam que ele tinha uma doença. Se ele tinha essa doença, ele nunca contou para ninguém", comentou Américo em alusão ao câncer do artista.

Ivanildo Gomes Nogueira morreu na segunda-feira (10), aos 61 anos, com complicações causadas por um câncer. O corpo do artista foi enterrado nesta terça, na cidade de Cabreúva, localizada no interior de São Paulo. Confira o vídeo sobre a morte do humorista:


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.