Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

BARRADA NO BAILE

Miss Bumbum pega em festa ilegal explica por que mandou polícia para a favela

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Liziane Gutierrez grita com policias em festa clandestina na madrugada de 11 de julho de 2021

Liziane Gutierrez grita com policias em festa clandestina na madrugada de domingo (11); Miss Bumbum alterada

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 12/7/2021 - 22h15

Flagrada em uma festa clandestina na madrugada de domingo (11), Liziane Gutierrez decidiu esclarecer o vídeo em que aparecer xingando os agentes da força-tarefa que acabou com o evento ilegal. A representante do Rio Grande do Norte no Miss Bumbum 2017 apareceu na gravação mandando a polícia para "a favela". Nesta segunda-feira (12) ela explicou que sua fala, apesar de errada, foi em resposta a uma provocação de um oficial.

A modelo de 35 anos --que teve fama em 2017 ao ser desclassificada do Miss Bumbum por ter silicone nos glúteos-- voltou aos holofotes neste final de semana. Ela estava entre os 486 convidados de uma celebração que infringiu as medidas sanitárias preventivas contra a Covid-19.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, o evento ilegal aconteceu em um escritório de advocacia, no Jardim América, bairro nobre da cidade. Além da venda de ingressos -- que chegavam a R$ 1.600-- a aglomeração contou com show de Matheus e Kauan.

Liziane Gutierrez foi Miss Bumbum 2017, mas foi desclassificada (Foto: Reprodução/Instagram)

No Instagram, Alexandre Frota, deputado federal (PSDB), publicou um vídeo da ação dos agentes do 78º Distrito Policial, localizado nos Jardins. Nessa gravação, que viralizou nas redes sociais, Liziane aparece sem máscara, com uma taça de bebida nas mãos e esbravejando contra a filmagem. Aos gritos, ela diz para as forças de segurança: "Vão tomar no cu" e "vai para a favela, caralho". As frases foram ditas repetidas vezes.

Nesta segunda-feira (12), ela usou o Instagram para admitir a falha. "Eu sou sincera sempre fui e sempre vou ser. Estou mal com essa situação. Por ter errado e por ter vídeos fora do contexto", disse em uma declaração por escrito.

Horas depois, em uma transmissão ao vivo, a modelo manifestou estar ciente do julgamento que recebeu desde o domingo. "Quero que vocês escutem de mim: errei a parte do desacato, sim. E estou aqui para tomar as porradas", declarou.

Na sequência, em uma série de Stories na plataforma, a Miss Bumbum explicou que mandou a polícia para "a favela" em uma resposta a um comentário de um integrante da blitz. "Não importa quantas vezes você tenha acertado, eles vão te julgar pelo seu único erro. Eu estou mal, e não é nem pelo julgamento de vocês. E, sim, pela minha própria consciência", iniciou.

"Vocês querem me julgar? Me julguem pelos erros que cometi, não por uma frase fora do contexto. Mais uma vez: eu não menosprezei nenhum lugar e nenhuma pessoa. Só respondi o que ele [a pessoa] tinha falado, mas de uma forma errada", admitiu.

"Ele falou: 'É mais fácil invadir festa na favela do que aqui'. Eu falei: 'Então, vai para a favela, caralho'. Não está certo. Não estou me justificando. Só estou falando para vocês, que se forem me julgar, me julguem pelos meus erros. Não por algo que não fiz", argumentou.

Jurada de morte

De acordo com o registro divulgado por Frota, a força-tarefa teve dificuldades ao dar o flagrante na comemoração clandestina. Foi preciso ação da Ordem dos Advogados do Brasil, pois o estabelecimento da ocorrência era um escritório de advocacia.

Por ter sido pega no local e ter se exaltado contra a polícia, Liziane, que se identifica como advogada em suas redes sociais, tem sofrido ataques na web. "Sabe o que é mais bizarro? Eu estava vendo aqui uma menina me xingando e dizendo que por pessoas iguais a mim o Covid-19 não acaba no Brasil", contou.

"Fui entrar no Instagram da menina e ela estava em uma festa no domingo. Não estou querendo apontar para os erros dos outros para justificar o meu. Mas acho que para julgar alguém, no mínimo, a gente não pode cometer os mesmos erros", narrou.

Liziane Gutierrez: print no Instagram com alerta de ameaça de morte (Foto: Reprodução/Instagram)

Na sequência, a influenciadora digital exibiu um print de um conhecido que a alertou sobre uma suposta ameaça de morte por todo o imbróglio. "Boa tarde, não critique o Alexandre Frota e ninguém dessa cambada. Eles são dos infernos. Nem saia do hotel. Falou que juraram de morte. Paga um segurança", avisou a pessoa.

Alarmada, Liziane pediu ajuda aos seguidores diante da possível intimidação. "E aí? O que eu faço? Quem me mandou isso trabalha com política e sabe do que está falando. Se alguém quiser me ajudar, a ajuda será sempre bem-vinda", pediu.

O Notícias da TV tentou contato com Alexandre Frota para comentar as declarações da Miss Bumbum, mas não teve retorno até o fechamento deste texto. 

Confira declarações de Liziane Gutierrez: 

Veja vídeo em que Liziane Gutierrez grita com a polícia:

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas