Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DESABAFOU

Juliana Paes se irrita após ser chamada de 'bolsominion': 'Parem de encher o saco'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Juliana Paes com a mão direita no cabelo e a esquerda na cintura, de vestido

Juliana Paes em foto no Instagram; atriz se irritou após ser chamada de 'bolsominion' nas redes sociais

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 28/12/2020 - 20h07

Juliana Paes mostrou irritação após ser chamada de "bolsominion", apelido dado a quem apoia as declarações de Jair Bolsonaro de forma convicta, sem contestar. Depois das insinuações de que seria eleitora do presidente, a atriz se irritou. "Parem de encher o meu saco", disse.

"Eu, Bolsominion? Ser sensata e desejar que as pessoas parem de brigar não significa ser bolsominion. Parem de encher meu saco e feliz 2021", desabafou ela no Twitter. Alguns seguidores a criticaram pela suposta neutralidade, indicando que quem tenta ser neutro acaba sendo bolsonarista. 

"Ser neutra diante do bolsonarismo e ser bolsonarista dá no mesmo", apontou Pietro Benvenutti. "Imagina ficar em cima do muro, com um governo de que o representante é homofóbico e machista. Feliz 2021", escreveu o perfil Anitta sem grife. "Assuma o 17 que havia em você e peça desculpas ao país", pediu a professora Irni. "Sensata? Quem apoia Bolsonaro nunca é sensato", comentou Welder Rocha.

Outros fãs, no entanto, defenderam a artista. "Não aguentam ver uma mulher negra, bem sucedida e empoderada de si mesma. Tô contigo, gata", afirmou o perfil Animes Niilistas.

Essa reação se deu porque Juliana Paes foi parar nos assuntos mais comentados do Twitter nesta segunda-feira (28) depois que os internautas contrários a Bolsonaro resgataram declarações da atriz de 2019, nas quais ela dá a entender que votou no presidente. Eles a compararam a Bibi Perigosa, sua personagem em A Força do Querer (2017). 

No ano passado, em entrevista para o jornal O Globo, Juliana Paes afirmou que apoiava Bolsonaro, mesmo não concordando com todas as suas decisões.

"Torço para que o país dê certo, independentemente de quem esteja em Brasília. Não bato palma para tudo que o presidente Jair Bolsonaro diz, mas vamos apoiar já que ele está lá. Não vou boicotar. Essa polarização é boba", declarou, na época.

A entrevista repercutiu, a atriz foi acusada de ser bolsonarista e rebateu as afirmações nas redes sociais. "Não sou [bolsonarista], não. Minha posição política é bem particular e vivem querendo me rotular, me colocar de um lado ou outro. Já me acostumei a inventarem coisas sobre mim", escreveu.

Além disso, a artista chegou a criticar o "Ele Não", movimento contrário ao então candidato à Presidência durante a eleição de 2018 e que foi adotado por várias atrizes e atores da Globo.

Veja o tuíte de Juliana Paes:


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube


Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Cinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas