Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MORADOR FOI PRESO

Isis Valverde leva calote de inquilino em apartamento de luxo; Justiça ordena despejo

THIAGO DURAN/AGNEWS

Isis Valverde em evento de beleza em outubro de 2019, em São Paulo

Isis Valverde em evento de beleza em outubro de 2019, em São Paulo; atriz levou calote de inquilino

LI LACERDA e ELBA KRISS

Publicado em 31/7/2020 - 7h10

Isis Valverde, que aguarda o retorno das gravações de Amor de Mãe, na Globo, teve de enfrentar uma batalha na Justiça em plena quarentena. A atriz, proprietária de um apartamento de luxo na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, levou um calote de seu inquilino e conseguiu uma ordem de despejo. O locatário foi preso em outubro último por ser suspeito de integrar uma quadrilha que aplicava golpes em servidores públicos. 

Em 2017, quando Isis interpretava a "sereia" Ritinha em A Força do Querer, ela surpreendeu seus seguidores no Instagram ao anunciar que seu imóvel estava à disposição para locação.

Na ocasião, via Stories, a artista fez o anúncio para encontrar um novo inquilino. "Apartamento mara para alugar no Jardim Oceânico. Três quartos, três vagas na garagem e vista única", escreveu, dando o contato da imobiliária e de um corretor. A atriz morou no local até 2013, quando se mudou para uma mansão no Itanhangá.

Mas o último locatário da artista causou uma baita dor de cabeça. Gabriel Almeida Piquet de Oliveira, que morava no imóvel, deixou de pagar o aluguel de R$ 4.700 desde dezembro último e foi acionado pela famosa.

Em processo que corre na 3ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Isis conseguiu ordem para despejar o morador inadimplente. Em 2 de julho, o juiz Luiz Felipe Negrão autorizou a desocupação.

O Notícias da TV teve acesso aos autos, em que constam as queixas de Isis, como autora da ação. "As partes celebraram contrato de locação residencial pelo prazo de 30 meses do imóvel", diz o documento. "Há a previsão de um título de capitalização no valor total de R$ 47.500 como garantia locatícia."

"Ocorre que, segundo alegado pela parte autora, o réu deixou de pagar os aluguéis de dezembro de 2019 até a presente data [junho], além dos demais encargos locatícios, perfazendo um débito vencido de R$ 14.476,765, mesmo com o levantamento do título de capitalização", consta.

reprodução/instagram

Isis Valverde anunciou locação de seu apartamento na Barra da Tijuca no Instagram em 2017

Diante dos fatos, o juiz acatou a solicitação de Isis. "Defiro liminarmente o despejo, concedendo o prazo de 15 dias para desocupação", declarou. "O mandado deverá ser expedido com autorização de arrombamento e emprego de força policial, para o caso de o imóvel estar fechado e/ou para hipótese em que o OAJ [oficial] detecte que o ocupante se esquiva à ação da Justiça", determinou.

Oliveira, o despejado, tinha sido preso pela Polícia Civil do Rio de Janeiro em outubro último. O rapaz entrou na lista de suspeitos de uma organização criminosa que praticava estelionato no Maranhão, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Ele teve prisão decretada e se apresentou à polícia do Rio de Janeiro em outubro, quando foi detido. O Notícias da TV apurou com a Secretaria de Administração Penitenciária que ele foi solto no mesmo mês.

A reportagem não conseguiu localizar Oliveira para comentar o caso. Os advogados e a assessoria de imprensa de Isis também foram procurados, mas não se manifestaram sobre o processo até a conclusão deste texto.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?