Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FILHO ABANDONADO

Homem diz ser filho abandonado de Agnaldo Timóteo e exige teste de DNA

REPRODUÇÃO/RECORD

Agnaldo Timóteo (1936-2021) em entrevista para o Programa do Porchat, na Record, em 2017

Agnaldo Timóteo (1936-2021) em entrevista para o Programa do Porchat, na Record, em 2017

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 15/9/2021 - 20h46

A briga pela herança de Agnaldo Timóteo (1936-2021) ganhou um novo lutador. Agora, um homem da Baixada Fluminense, região metropolitana do Rio de Janeiro, foi à Justiça pedir um exame de DNA para provar que é filho do cantor. Ele teria sido abandonado ainda bebê pela mãe, que revelou o segredo sobre o suposto pai famoso para a família que o criou. 

Ao Notícias da TV, Sidnei Pedroso Lobo, inventariante da herança do intérprete e tutor de Keyty Evelyn, filha adotiva do artista, confirmou a existência da ação movida pelo suposto herdeiro. A ação corre em segredo no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

"Quando fui ao Rio de Janeiro despachar com o juiz, fui notificado. Fui citado judicialmente sobre essa ação de reconhecimento de paternidade --faz uns 15 ou 20 dias", informou.

No processo, o suposto herdeiro de Timóteo pede um exame de DNA para comprovar o vínculo com o compositor. Lobo, que foi advogado e amigo pessoal do artista, adianta que não criará empecilhos para a realização do teste.

"Não vou criar problema de jeito nenhum. Como inventariante e tutor de Keyty, que representa 50% do patrimônio, não vou criar problema algum. Pelo contrário, era da vontade do Agnaldo ter um filho biológico", relembrou.

"Uma das coisas que ele confidenciou para mim, como amigo, era o grande desejo de que tivesse um filho biológico. Tanto é que, em todas as oportunidades que surgiram pessoas que se disseram filhos, o Agnaldo --assim como o Roberto Carlos-- fez todos os DNAs. Ele dizia: 'Gostaria de ter um filho biológico e reconheceria imediatamente'", completou.

Timóteo não tem herdeiros biológicos. Keyty Evelyn, de 14 anos, foi reconhecida como filha adotiva e herdeira apenas em agosto último, após decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo.

Agora, com o surgimento de um suposto reclamante, a Justiça definirá como deverá ser feito o reconhecimento de paternidade. A possibilidade de exumar o corpo do artista existe. "Se o requerente pedir a exumação, eu não vou me opor. Postumamente, eu consegui a adoção [de Keyty]. Se aparecer um filho verdadeiro, como que não vou aceitar?", reforçou.

Segundo informações do quadro A Hora da Venenosa, do Balanço Geral, desta quarta-feira (15), o homem que diz ser filho de Timóteo tem mais de 40 anos. Ele teria sido abandonado na maternidade pela mãe. Uma enfermeira se compadeceu com a situação e decidiu adotar o menino.

No momento da adoção, a mãe biológica teria revelado que o famoso cantor era o pai. Após passar uma vida ouvindo essa história, o rapaz foi à Justiça para esclarecer seu passado.

Se for comprovado que Timóteo deixou um filho biológico, ele entra na briga pela herança milionária do músico --avaliada em R$ 16 milhões. Em testamento, o compositor definiu que a filha adotiva fique com 50% de seus bens, dois afilhados devem ficar com 10% cada, e seus dois irmãos (Rutnete e Cícero) devem ficar com 15% cada. O artista morreu em abril, após complicações da Covid-19.

Veja reportagem do A Hora da Venenosa sobre o suposto herdeiro:


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas