Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DESABAFO CHOCANTE

Giselle Itié revela que foi assediada e amordaçada por diretor: 'Até hoje sinto dor'

RENATO ROCHA MIRANDA/TV GLOBO

Giselle Itié em cena como Júlia em Começar de Novo, na Globo

Giselle Itié em cena como Júlia em Começar de Novo, na Globo; atriz desabafou sobre assédio de diretor

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 4/12/2020 - 18h58

Em um texto de apoio para Dani Calabresa, Giselle Itié fez uma revelação pessoal em suas redes sociais nesta sexta-feira (4). A atriz relatou um episódio de assédio que sofreu de um diretor de novela. Ela diz que foi amordaçada. "Até hoje sinto a dor", desabafou. A artista não deu nomes e declarou que não vai "mexer nesse baú".

Em publicação em seu Instagram, Giselle se manifestou sobre a reportagem da revista Piauí que investigou as acusações de assédio contra Marcius Melhem na Globo.

"A denúncia da Piauí e de João Batista Jr. [jornalista] corroeu minhas entranhas", iniciou a mãe de Pedro Luna. Em seguida, ela pontuou o seu próprio episódio de abuso. "23 anos de idade. Minha primeira protagonista. Fui severamente assediada e amordaçada pelo diretor da novela. Até hoje sinto a dor de uma vítima silenciada", declarou.

"Dito isso. Todo o meu amor para as vítimas. Todo meu amor, Dani Calabresa", finalizou com as frases "machistas não passarão", "mexeu com uma, mexeu com todas", "basta", "precisamos falar de abuso" e "eu também" em formato de hashtag.

Quando tinha 23 anos, Giselle estrelou a novela Começar de Novo (2004), na Globo, em que interpretou Júlia Magnani, uma jovem atriz que se envolve com o personagem Andrei, interpretado por Marcos Paulo (1951-2012).

De acordo com o site Memória Globo, a trama teve direção de Marcelo Travesso, Gustavo Fernandes, Edson Spinello e Paulo Silvestrini. Na direção-geral estavam Luís Henrique Rios e Carlos Araújo. A direção de núcleo era de Marcos Paulo.

Ao Notícias da TV, Giselle, no entanto, não confirmou se os fatos aconteceram em Começar de Novo e afirmou que não dará declarações sobre o tema. "Realmente, não vou falar sobre o assunto. Em nenhum veículo. Obrigada pelo acolhimento. Muita coisa pra mexer nesse baú. Não vou falar mesmo. Senão, a próxima pergunta será: 'Qual o diretor?'. E aí, você já sabe o caminho", disse.

Nesta sexta-feira, o pesadelo de Dani Calabresa na Globo foi revelado pela revista Piauí em uma extensa reportagem sobre suas denúncias de assédio. Relatos mostraram que a humorista era vítima do diretor da Globo desde 2015, quando ele vetou a participação dela em um programa dominical dirigido por Miguel Falabella. Além disso, a atriz diz ter sido encurralada e tido as partes íntimas dele esfregadas em seu corpo durante uma comemoração em um bar.

O relato foi levado à alta cúpula da Globo pela artista. Em agosto de 2020, Melhem foi dispensado da Globo. Ele estava afastado desde o mês de março alegando motivos pessoais, mas a demissão ocorreu após as denúncias.

Veja publicação de Giselle Itié:


Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de Pantanal

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?