João Vitti

Ex-galã global, sogro de Tatá Werneck faz manobra para driblar saudade e ver neta

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O ator João Vitti em depoimento ao reality SuperChef, do Mais Você, do qual ele participou em 2019

João Vitti tem visto sua neta, filha de Rafael Vitti e Tatá Werneck, apenas por vídeo durante o isolamento

FERNANDA LOPES - Publicado em 27/06/2020, às 07h51

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) tem sido um período cruel para avôs e avós pelo Brasil. O isolamento social como prevenção ao contágio da doença tem mantido famílias separadas, em contato apenas pela internet. É o caso de João Vitti. O ator se tornou avô de Clara Maria, filha de Rafael Vitti e Tatá Werneck, no fim do ano passado, mas está há mais de 100 dias sem ver a bebê, se "comunicando" com ela só por vídeo.

"Só vejo e 'converso' com minha netinha por vídeochamada. Nāo temos contato físico há pelo menos 100 dias; morro de saudade e sinto muita falta de estar junto dela, participando do desenvolvimento e das descobertas que ela tem feito", diz o avô coruja de 52 anos ao Notícias da TV.

Clara Maria nasceu em outubro, e toda a família ficou encantada pela menina. Os avós e parentes tiveram contato com a bebê normalmente até março, quando as medidas de isolamento social e quarentena foram intensificadas. João Vitti concorda com a necessidade de não se expor e de proteger os outros, mas ainda assim não vê a hora de encontrar sua primeira neta de novo.

Reprodução/Instagram

João Vitti com Clara Maria em outubro de 2019

"Quando tudo isso de fato passar, quero dedicar um bom tempo ao papel mais especial da minha vida, o de vovô da Clara Maria", afirma ele.

Enquanto isso, o ator fica em casa, onde cozinha mais, lê mais, se aprofunda na prática de budismo e tenta se reinventar na profissão.

"Estou em fase de finalização de um trabalho a partir do poema Resíduos, de Carlos Drumond de Andrade. Também sou responsável pela coordenadoria cultural da [associação budista] Brasil Soka Gakkai Internacional e em breve devo iniciar o projeto Tardes com Pessoa, onde eu e [a mulher] Valeria Alencar compartilhamos a correspondência amorosa entre Fernando Pessoa e Ofelia Queiroz. Enfim, parado não estou", adianta.

Na TV, nos últimos anos Vitti tem atuado em várias séries e novelas, mas quase todos os trabalhos foram participações especiais em alguns episódios. Seu último papel fixo numa novela da Globo foi em O Cravo e a Rosa (2000), há exatos 20 anos.

"Foi a novela mais feliz que eu fiz. Eu acordava todo dia muito feliz, com vontade de ir pro estúdio gravar. [O elenco] Foi uma constelação perfeita. A novela é um sucesso em qualquer época, vai ser sempre um sucesso. Uma lembrança muito feliz na minha vida", valoriza.

"Quanto aos papéis curtos e participações especiais, eu brinco que são contratos à lá Jack Nicholson, ou seja, participações breves e bem pagas. Brincadeiras à parte, eu gosto de trabalhar, amo estar num set e ficarei muito feliz se tiver uma oportunidade de ser mais explorado em meu ofício", sugere o ator.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook