Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EM SÃO PAULO

Bandidos invadem casa de Ratinho e fazem reféns: 'Arma na cabeça'

REPRODUÇÃO/SBT

Ratinho olha para o lado, usa terno azul e está na frente de uma parede de tijolos

O apresentador Ratinho teve sua casa invadida por bandidos armados nesta sexta-feira (17)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 17/12/2021 - 17h59
Atualizado em 17/12/2021 - 18h15

Carlos Massa, o Ratinho, teve sua casa invadida por bandidos na tarde desta sexta-feira (17), em São Paulo. De acordo com o contratado do SBT, funcionários da residência foram feitos de reféns para que os criminosos pudessem recolher itens de valor. "Colocaram armas na cabeça dos funcionários", contou ele. 

Durante uma conversa com José Luiz Datena no programa Brasil Urgente, da Band, Ratinho deu mais detalhes sobre o ocorrido. Ele não estava no local quando a invasão aconteceu. 

"Eu não estava lá. Não fizeram nada, só amarraram o pessoal, trancaram, levaram celulares, tentaram saber se tinha cofre. Usaram armas, colocaram armas na cabeça dos funcionários", relatou o apresentador. 

Em outro trecho, Ratinho disse que procura se resguardar de situações como essa, mas que, desta vez, não pôde impedir e proteger as pessoas da casa, já que os bandidos entraram pela porta da frente. 

Eu ando de carro blindado, eu tento de todas as formas fazer a segurança da minha casa. Eles abriram o portão, eles tinham o controle do portão. Se alguém entrar na minha casa, eu vou defender os meus filhos com arma, não quero nem saber.

"Está tudo bem, graças a Deus foi só um susto. Mas eu vou colocar mais seguranças armados lá na frente de casa, fazer o quê?", completou o apresentador. 

Ataque a deputada

Antes de ter a casa invadida por bandidos armados, Ratinho virou notícia esta semana por ter atacado a deputada federal Natália Bonavides (PT-RN), que havia apresentado um projeto de lei para alterar os termos utilizados em cerimônias de casamento. O apresentador criticou a iniciativa e afirmou que a parlamentar deveria ser metralhada. "Imbecil", disse ele.

"A gente tem que eliminar esses loucos, não dá para pegar uma metralhadora? Feia do capeta também, Nossa Senhora!", sugeriu o comunicador durante o Turma do Ratinho, seu programa na rádio Massa FM.

O projeto apresentado por Natália propõe a alteração dos termos utilizados nas cerimônias de casamento. Caso seja aprovado, em vez do "vos declaro marido e mulher", passará a ser dito "declaro firmado o casamento".

"Natália, você não tem o que fazer? Vai lavar a roupa porque é uma imbecilidade querer mudar esse tipo de coisa. Tanta coisa importante, o país precisando de tanta coisa, e vem essa imbecil para fazer esse tipo de coisa", opinou Ratinho.

Após a repercussão do caso, a parlamentar repudiou o discurso do apresentador. "Incitar homicídio é crime! Ele [Ratinho] coloca a minha vida e minha integridade física em risco. Essas ameaças e ataques covardes não ficarão impunes. O apresentador utilizou uma concessão pública para cometer crime. Vamos acioná-lo judicialmente, inclusive criminalmente", avisou ela.


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.