Cristiane Machado

Juíza nega liberdade para ex-diplomata acusado de bater em atriz da Globo

Reprodução/Globo

A atriz Cristiane Machado, agredida pelo ex-marido, em depoimento ao Fantástico no domingo (25) - Reprodução/Globo

A atriz Cristiane Machado, agredida pelo ex-marido, em depoimento ao Fantástico no domingo (25)

FERNANDA LOPES - Publicado em 27/11/2018, às 12h25

A juíza Luciana Fiala de Siqueira Carvalho, do 5ºJuizado de Violência Doméstica do Rio de Janeiro, negou nesta terça-feira (27) a revogação da prisão preventiva de Sergio Schiller Thompson-Flores, acusado de agressões à atriz Cristiane Machado. A defesa entrou com recurso para que o empresário e ex-diplomata pudesse responder ao processo em liberdade, mas a juíza considerou que ele ainda oferece riscos à integridade da ex-mulher e deve permanecer na cadeia.

Thompson-Flores estava foragido desde 31 de outubro, quando descumpriu a medida protetiva contra Cristiane e teve a prisão preventiva decretada. Logo após o ex-diplomata se entregar no domingo à noite (25), na 28ª Delegacia de Polícia do Rio de Janeiro, seus advogados pediram a revogação da prisão.

O recurso foi negado hoje. "A prisão preventiva, no presente caso, deve ser indeferida para garantir a integridade física e psíquica da vítima, eis que as medidas cautelares diversas são insuficientes para evitar a prática de novos atos ilícitos por parte do réu", a juíza declarou. Thompson-Flores continua encarcerado no presídio de Benfica e responderá a processo pela Lei Maria da Penha.

Entenda o caso
As agressões do ex-diplomata à atriz ganharam repercussão após o primeiro depoimento dela ao Fantástico, em 18 de novembro. Cristiane, que atuou em várias novelas na Globo, como Duas Caras (2007), Negócio da China (2008) e Amor à Vida (2013), contou todo o histórico dos dois. Disse que as agressões começaram antes mesmo de eles se casarem. Ela, por medo, instalou câmeras escondidas no quarto.

As imagens gravadas durante cerca de três meses foram divulgadas pelo programa da Globo. Cristiane aparece sendo fortemente espancada, levando tapas, empurrões e sofrendo até tentativas de enforcamento. Ela também mostrou fotos de seu corpo com hematomas após as brigas e áudios em que Thompson-Flores a ameaçava com uma faca e dizia que mataria toda a sua família.

Os advogados do ex-diplomata negaram as agressões ao Fantástico, alegaram que os vídeos haviam sido editados e que o casal conviveu em harmonia entre setembro e outubro. 

Cristiane deu outro depoimento a Renata Ceribelli no último domingo (25), em que reafirmou seu medo de ser morta pelo ex-marido. Disse também que sabia que ele estava vigiando a casa e os passos dela. Outras três mulheres entraram em contato com o Fantástico e afirmaram que também foram vítimas de agressão do ex-diplomata.

Na segunda (26), Cristiane deu entrevista ao Superpop e contou mais detalhes dos espancamentos. "Eu acho que tô viva por Deus. Deus me ajudou. Eu não tinha a menor dúvida de que ele ia me matar. Ele me bateu na minha cabeça, criou um coágulo no meu tímpano direito, e eu ainda não consegui fazer o teste e ver quanto de audição eu perdi no ouvido direito", relatou.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook