É PROIBIDO

Após sintomas de coronavírus, Paulo Vilhena quebra quarentena para surfar no Rio

DIVULGAÇÃO/AGNEWS

Reprodução de imagem de Paulo Vilhena surfando no Rio de Janeiro

Paulo Vilhena foi à praia, no Rio de Janeiro, para surfar; ator manifestou sintomas da Covid-19 recentemente

REDAÇÃO - Publicado em 30/04/2020, às 17h18

Após manifestar sintomas do novo coronavírus (Covid-19), Paulo Vilhena quebrou novamente a quarentena para surfar nesta quinta-feira (30). O ator foi fotografado pela praia da Macumba, no Rio de Janeiro. Além de desobedecer as recomendações dos órgãos de saúde, ele descumpriu o decreto estadual que proíbe a entrada no mar.

Hoje, Vilhena apareceu sozinho na praia, onde surfou e tomou um banho de mar. O ator já havia furado a quarentena no dia 15 de abril, quando foi ao mesmo local na companhia de sua namorada e também de uma amiga.

Nos dois registros, ele não usou máscara ou nenhum outro equipamento de proteção recomendado pelo Ministério da Saúde. Desde o dia 21 de março, o governo do Estado do Rio de Janeiro proibiu a circulação nas praias para evitar aglomeração e contágio.

No final de março, ele apresentou perda de olfato e paladar, alguns dos sintomas da Covid-19. "Dentro da situação que estou. Sem me sentir mal nem debilitado, não vi necessidade de sair de casa e colocar outras pessoas em risco. Não fiz o teste. Estou tentando fazer em casa, mas está difícil. Sigo isolado, esperando passar os 14 dias recomendados", disse em entrevista ao Gshow.

O Rio de Janeiro é o segundo Estado brasileiro que mais sofre com o novo coronavírus. Os dados mais recentes divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que foram diagnosticadas 8.869 pessoas com a Covid-19, e 794 morreram em decorrência da doença.

Além do ator, o cantor Felipe Dylon, o humorista Sérgio Mallandro e o modelo Marcelo Bimbi também descumpriram o decreto nos últimos dias.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook