Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DE NOVO

Felipe Dylon ignora decreto que proíbe banho de mar e é visto surfando no Rio

DIVULGAÇÃO/AGNEWS

Reprodução de imagem de Felipe Dylon em praia do Rio de Janeiro

Felipe Dylon descumpriu decreto estadual para surfar na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro

REDAÇÃO

Publicado em 29/4/2020 - 19h14

Nesta quarta-feira (29), Felipe Dylon ignorou o decreto do Estado do Rio de Janeiro e foi visto surfando na praia de Ipanema, na capital fluminense. Desde o final de março, estão suspensos os banhos de mar, como forma de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19).

Não é a primeira vez que o cantor descumpre o decreto. Na última segunda-feira (27), Dylon foi para o mar na mesma praia e acabou fotografado pela imprensa.

Nos registros de hoje, o cantor não usava máscara ou nenhum outro equipamento de proteção recomendado pelo Ministério da Saúde. Segundo o decreto, não é permitido ir ao mar ou sequer ficar na areia para evitar aglomeração e contágio. 

O Rio de Janeiro é o segundo Estado brasileiro que mais sofre com o novo coronavírus. Os dados mais recentes divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que foram diagnosticadas 8.869 pessoas com a Covid-19, e 794 morreram em decorrência da doença.

Além do cantor, o humorista Sérgio Mallandro e o modelo Marcelo Bimbi também descumpriram o decreto nos últimos dias.

Prêmio NTV Melhores do ano

TUDO SOBRE

Coronavírus

Leia também

Enquete

Quem foi o melhor ator ou atriz de novela do ano?

Web Stories

+
Mansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do ator

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas