Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DESABAFO

Após revelar boicote, Ludmilla vai ajudar Prêmio Multishow a ser mais inclusivo

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Ludmilla em ensaio fotográfico

Ludmilla em ensaio fotográfico; cantora disse que ajudará Prêmio Multishow a ser mais inclusivo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 19/10/2021 - 21h45
Atualizado em 19/10/2021 - 22h04

Depois de anunciar que não se apresentará no Prêmio Multishow 2021 por não se sentir bem-vinda na cerimônia, Ludmilla avisou que ajudará a premiação a ser mais inclusiva a partir do próximo ano. Nesta terça-feira (19), a cantora disse que foi procurada pela organização do evento, mas que manterá a sua palavra e não participará do tradicional show exibido no canal por assinatura.

"Após meu posicionamento, o Multishow me ligou, nós conversamos e eles me propuseram contribuir para as mudanças na premiação a partir do ano que vem. Vamos conversar para, juntos, colocarmos em prática mudanças gerais que envolvam não só o coletivo, [mas também] o compromisso de estar sempre em atualização para atender a novos requisitos do mercado fonográfico", escreveu Ludmilla no Twitter.

A artista adiantou que pretende contribuir para o avanço do mercado da música em temas identitários: "Já fui muito desmerecida e ignorada, principalmente por ter vindo de onde vim e por ser quem eu sou, então quero contribuir para que o mercado da música seja mais justo e inclusivo".

"[Que] o trabalho duro seja reconhecido e que os artistas que me sucederão não passem pelas dificuldades que já passei. E não, não performo esse ano no Prêmio Multishow", concluiu a artista.

Na manhã desta terça-feira, Ludmilla reclamou por não ter sido indicada na categoria Cantora do Ano nas últimas duas edições da premiação. "Mesmo eu sendo indicada em outras categorias da premiação, é nítida a falta de reconhecimento e entendimento das (poucas) premiações que temos aqui no Brasil", lamentou a funkeira.

A cantora venceu a categoria em 2019, mas foi vaiada pela plateia ao receber o prêmio de Música Chiclete por Onda Diferente, motivo principal de sua briga com Anitta --os fãs da poderosa se organizaram para hostilizarem Ludmilla e proferiram, inclusive, ataques racistas na ocasião.

Naquele ano, Ludmilla assumiu o relacionamento com Brunna Gonçalves. Desde então, a intérprete do hit Deixa de Onda vem sendo ignorada na principal categoria do evento: "Uma representante das minorias, cantora negra, bissexual, funkeira, periférica. Nunca mais fui indicada na categoria Cantora do Ano. Infelizmente, essa é a forma que o sistema te boicota".

Confira os tuítes:

Outro lado

Procurado pelo Notícias da TV desde a manhã, o Multishow emitiu um comunicado sobre o caso na noite desta terça-feira. O canal informou que entendeu o posicionamento da artista e que seguirá trabalhando para evoluir nesta temática. Confira a íntegra do comunicado:

"Tivemos um papo há pouco com a Lud, numa escuta ativa, e entendemos seu posicionamento. Sabemos que o mundo de hoje ainda está longe da representatividade ideal e continuaremos trabalhando no que for necessário para evoluir. Em 2019, criamos a Academia Prêmio Multishow, um grupo de cerca de 500 especialistas ligados à música --críticos, jornalistas, empresários, gravadoras, radialistas, contratantes e representantes de todos os gêneros e regiões do país-- para eleger os indicados ao Prêmio Multishow (que depois têm seus vencedores escolhidos pelo público).

Mas temos consciência de que a luta pela diversidade deve ser diária e entendemos que precisamos estar ainda mais comprometidos com a causa. Assim, em conjunto, nos propusemos a criar um Coletivo ainda mais diverso, para somar ao trabalho que temos feito, contribuindo com as próximas edições do Prêmio Multishow.

O Multishow acompanha a Lud desde o início de sua carreira. Temos uma longa e sólida parceria que nos permite sempre trocar ideias para evoluir juntos.

Durante os últimos anos, tivemos o orgulho de ter a presença da Ludmilla em muitas edições do Prêmio Multishow, tanto com performances inesquecíveis como também em 12 indicações, sendo merecidamente premiada como Cantora do Ano e Música Chiclete em 2019 e Música do Ano em 2020. Lud também concorre esse ano com duas indicações - Hit do Ano e Clipe TVZ do Ano.

Ela sempre esteve e continuará presente em muitos dos nossos programas musicais, como TVZ e Música Boa Ao Vivo, além de transmissões ao vivo de grandes shows e festivais. Pois é, sem dúvida, uma das maiores cantoras da América Latina e temos uma admiração enorme pela artista que se tornou."

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Juan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do atorGui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas