Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DÍVIDA NA JUSTIÇA

Alexandre Frota deve quase R$ 100 mil a Caetano Veloso por chamá-lo de pedófilo

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem de fotos com o deputado Alexandre Frota (à esquerda) e o cantor Caetano Veloso (à direita)

Condenado pela Justiça, o deputado Alexandre Frota (à esq.) ainda não pagou Caetano Veloso (à dir.)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 9/3/2021 - 8h13

O deputado federal Alexandre Frota está devendo quase R$ 100 mil a Caetano Veloso por chamar o cantor de "pedófilo, ladrão, estelionatário" nas redes sociais. O ex-ator foi condenado pela Justiça em novembro do ano passado a indenizar o músico uma quantia de R$ 60 mil, mas até hoje não cumpriu a decisão.

De acordo com a coluna de Ancelmo Gois no jornal O Globo, Caetano ganhou o processo contra o político em novembro, quando a juíza Juliana Leal, da 11ª Vara Cível do Rio de Janeiro, condenou Frota, que não recorreu.  

Agora, os advogados do compositor cobram do antigo astro pornô a quantia corrigida monetariamente e com acréscimo de juros de R$ 94.457,31.

Em novembro de 2017, Alexandre Frota disse em entrevista ao Pânico, da Jovem Pan, sobre os processos de Caetano Veloso contra ele e contra o MBL (Movimento Brasil Livre). O antigo aliado do presidente Jair Bolsonaro citou a entrevista da mulher do músico, Paula Lavigne, sobre o começo do relacionamento entre eles, quando ela ainda era uma pré-adolescente.

"Se descobre a Playboy em que a Paula Lavigne diz que aos 13 anos de idade o Caetano teve relações sexuais com ela, ele tendo 40 anos de idade. E aí entrou uma #CaetanoPedófilo, e ele ficou louco com isso, obviamente. O MBL fez mais de 80 postagens. E o Caetano abriu processos contra mim, contra o MBL e pessoas que compartilharam", resumiu ele. 

De fato, o casal começou a namorar quando ela tinha 13 anos, e ele, 40. Entretanto, diferentemente de hoje, em 1986 não era crime se relacionar com uma pessoa menor de 14 anos. As decisões eram tomadas caso a caso pelos juízes.

Confira: 

Outros processos

Recentemente, Caetano Veloso teve outra vitória na Justiça. O artista da MPB foi xingado de "macaco pedófilo" nas redes sociais em 2018 por uma desconhecida e conseguiu uma liminar para que Maria Carla Petrellis apagasse a postagem ofensiva. O cantor ainda está processando a mulher por injúria racial e pede uma indenização por danos morais no valor de R$ 30 mil.

De acordo com a liminar obtida pelo Notícias da TV, o juiz Luiz Antonio Valiera do Nascimento decidiu em 9 de dezembro do ano passado que Maria Carla fez uma postagem ofensiva, preconceituosa e também criminosa, segundo o artigo 138 do Código Penal, por se tratar de calúnia.


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e confira o nosso boletim diário com os principais destaques do dia


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?