Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

LIBIDO EM ALTA

Juma transa com Jove em Pantanal: 'Cio da mulher' existe na vida real?

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Jove (Jesuita Barbosa) e Juma (Alanis Guillen) em cena de sexo da novela Pantanal, da Globo

Jove (Jesuita Barbosa) e Juma (Alanis Guillen) em cena de sexo da novela Pantanal, da Globo

ODARA GALLO

odara@noticiasdatv.com

Publicado em 17/7/2022 - 6h35

As cenas em que Juma (Alanis Guillen) decidiu transar com Jove (Jesuita Barbosa) foram tão intensas que a personagem foi comparada a um animal no cio. Movida pela vontade de ter um filho, a menina-onça de Pantanal não deu sossego para o herdeiro de José Leôncio (Marcos Palmeira), mas será que o instinto de procriação é capaz de fazer o mesmo com a libido de mulheres reais?

A ginecologista e obstetra especialista em reprodução humana Karen Rocha De Pauw explica que a mulher tende a estar mais disposta para o sexo no período fértil.

"Normalmente, na natureza, para que existe o sexo? Para procriar. Então, na época da ovulação, que é a hora mais propícia procriação, é a hora que a mulher vai estar com mais tesão mais libido", confirma a especialista ao Notícias da TV.

O período descrito pela médica é uma das quatro fases do ciclo menstrual completo, que dura em média 21 dias, mas pode variar de acordo com cada organismo.

"São quatro fases: a que o óvulo é preparado pelo corpo, a ovulação, o pós-ovulatório e a menstruação", enumera Karen. Quando um óvulo não é fecundado, o corpo entende que não vai haver uma gravidez e entra em um período com menos libido.

"A mulher [fisiologicamente] tem que se preparar para o próximo mês, então ela fica com menos tesão, por isso que a TPM, vem nessa época, pré-menstrual", relata a ginecologista. "Então, a fase com menos libido é perto da menstruação, quando você tem [o hormônio] progesterona superalto. O estrogênio está caindo, então um supõe-se que você tem que ficar no resguardo", completa.

Na novela das nove da Globo, no entanto, Juma é convencida de que precisa engravidar a todo custo. Na vida real, esse tipo de ansiedade pela gravidez pode surtir efeito inverso.

"O desejo de engravidar às vezes cria uma ansiedade. Quando se fala em tesão, se fala em um coisa boa. Quando a pessoa está tentando engravidar a todo custo, pode acabar justamente atrapalhando a libido", explica a médica.

Transformar o momento de intimidade com o parceiro em uma espécie de obrigação para cumprir um objetivo específico pode afetar negativamente a relação. "Quando começa aquela coisa de só transar quando está ovulando, quando não está ovulando, segura... Pode tornar a relação um pouco mais automática do que o normal. O ideal é deixar fluir", aconselha Karen.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.