Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ALERTA

Febre entre famosas, lipo HD pode 'gerar deformidade' na velhice; veja os riscos

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem de Gkay e Virginia

As influenciadoras digitais Gessica Kayane, a Gkay, e Virginia Fonseca em fotos do Instagram

GABRIELA RODRIGUES

gaby@noticiasdatv.com

Publicado em 5/6/2022 - 6h20

Nos últimos anos, muitas famosas aderiram à lipo HD --procedimento que tem como finalidade deixar o abdômen "trincado". Gessica Kayane, a Gkay, e Virginia Fonseca são algumas das personalidades que surgiram com a barriga sarada nas redes sociais e levaram os fãs à loucura, seja no bom ou no mau sentido da palavra. A cirurgiã plástica Larissa Sumodjo alerta que a mudança no corpo pode resultar em deformidades na velhice: "O tecido [pele] sofre com o processo de envelhecimento natural". 

Em entrevista ao Notícias da TV, a profissional de saúde explica como funciona a realização da lipo HD, que é diferente da lipoaspiração convencional. 

"A lipo HD é uma técnica, uma variação de uma lipoaspiração. O intuito de qualquer lipoaspiração é a remoção de gordura e a melhora do contorno corporal. Já a lipo HD [high definition, alta definição] tem um objetivo específico que é esculpir o corpo, realçando a musculatura, isso é feito com uma lipoaspiração seletiva, ou seja, você não faz uma lipoaspiração regular [sem marcas]". 

"Na lipo HD você faz uma lipo irregular para trazer um aspecto musculoso, você deixa um aspecto de sombra, em algumas regiões você faz uma lipo um pouco mais agressiva, não que seja agressiva, mas mais intensa, e em outras regiões você deixa um pouco mais de gordura em cima do músculo. A pessoa fica com o aspecto de ser musculoso não por ter um músculo volumoso, mas porque na topografia daquele músculo fica com mais gordura", detalha. 

Membra da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Larissa analisa que as plataformas digitais e as pessoas que trabalham com a divulgação de produtos e serviços na internet têm um papel importante no aumento pela procura da lipo HD: 

As redes sociais contribuíram para isso, as pessoas têm mostrado corpos com esse aspecto tonificado, e existe uma tendência de achar isso belo e saudável, as pessoas buscam isso. E virou febre também porque essas influenciadoras inspiram as pessoas, existe esse hype [moda] do fitness, de saúde.

O professor de psicanálise Ronaldo Coelho, no entanto, alerta sobre os impactos das redes sociais na busca incessante pelo corpo perfeito. "Todas as redes que trabalham com a ideia de imagem como soberana serão pregadoras de um modo de vida em que a imagem vale mais que todo o resto da nossa existência. Devemos ter muita atenção para que essas inversões não nos levem a acreditar que somos aquilo que a lente da câmera captura."

Quais são os riscos?

A cirurgiã destaca que, apesar de ser cada vez mais procurada para agregar valor na aparência, a lipo LAD pode ser prejudicial para a saúde, principalmente a longo prazo. 

"Não podemos propor ou aceitar fazer em qualquer pessoa. Para ter um resultado aceitável e que não seja estigmatizante, tem um nicho de pacientes que é possível fazer: são pessoas que estão dentro do peso e que são realmente fitness, que já fazem atividades físicas. Se o braço da pessoa for um pouco flácido, não combina, você vai ter o abdômen com aquelas marcas, mas o bumbum é flácido ou a coxa é flácida, fica artificial", exemplificou. 

A médica alerta ainda que os interessados em passar pelo procedimento devem ter em mente que não terão o mesmo tipo de pele para sempre:  

No momento que você está fazendo uma lipoaspiração seletiva e causando efeito de sombras na gordura da pessoa, é em um momento que ela é jovem, que ela tem um estilo de vida saudável e que tem uma pele firme, mas os anos passam, todo mundo envelhece.

"Toda cirurgia tem risco, mas falando da lipo HD, você tem o risco de gerar uma deformidade na gordura, uma irregularidade que não é bem-vinda, e causar um efeito negativo a longo prazo. Em relação à chance de dar certo, isso é relativo. Pode ser que uma pessoa se sinta satisfeita com o resultado obtido, e eu, com o olhar técnico ou não, posso olhar e pensar: 'Isso não está legal, está artificial', mas a pessoa está satisfeita. Isso é um pouco relativo", completa a especialista.

Para a cirurgiã, algumas mulheres estão exagerando na busca pelo "abdômen perfeito". "No meu olhar pessoal, como cirurgiã plástica e mulher, acredito que sim. Eu vejo alguns resultados que não acho legais e me pergunto como essa pessoa vai estar daqui 15, 20 anos. Isso é, sim, passar do ponto, mas, por outro lado, você vê pessoas felizes com seus resultados."

É importante ter consciência de que é quase impossível reverter o resultado obtido na lipo HD. "Pode ser feita uma tentativa, já que foi feita uma lipo para acentuar, então podemos tentar atenuar essa diferença no relevo, mas isso é muito difícil. Deixar aquilo totalmente regular de novo, como se não tivesse feito, é difícil. Quanto mais agressiva, mais difícil será de corrigir isso depois. Se for uma lipo leve, talvez depois seja possível atenuar, mas reverter completamente é bem difícil", destaca a médica.

Famosas que fizeram 

Entre os muitos nomes de celebridades que passaram pelo procedimento estão a cantora Ludmilla e sua mulher, Brunna Gonçalves, as influenciadoras Virginia e Gkay, a atriz Giovanna Chaves, e as ex-BBBs Flayslane Raiane e Viih Tube. Dessa lista, Gkay e Giovanna foram as que mais enfrentaram e ainda enfrentam julgamentos pela mudança no corpo. 

O caso de Giovanna aconteceu em 2020, quando a atriz revelou que havia passado pelo procedimento para "turbinar" o abdômen. Na época, em entrevista à coluna da Patrícia Kogut, a loira declarou que precisou buscar terapia para lidar com comentários maldosos. "Nunca fui tão atacada. Fui cancelada diversas vezes", declarou ela, que já era magra antes do procedimento.

Já Gkay explicou que parou de ler mensagens nas redes sociais a respeito de sua aparência, não apenas sobre a lipo HD realizada este ano, mas também sobre procedimentos estéticos em seu rosto. "Ia enlouquecer", falou a humorista sobre os ataques durante participação no podcast PocCast. 

Preço do procedimento

A médica não cita valores por conta da proibição imposta pelo Conselho Federal de Medicina. Porém, após passar pela cirurgia, a dançarina Brunna Gonçalves foi questionada sobre quanto havia desembolsado.

"A pergunta que mais recebi foi: 'Quanto custa?'. A cirurgia gira em torno de R$ de 37 mil a R$ 50 mil, depende do caso, se vai ter lipoenxertia [que usa a gordura do próprio corpo para preencher, definir ou dar volume em outras partes], fora o hospital", contou a mulher de Ludmilla na época.

Confira fotos a seguir:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.