Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SEM TABU

Dia do Sexo: Por que famosas empoderadas estão tirando vibradores do armário?

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

As atrizes Giovanna Ewbank e Ingrid Guimarães em vídeo sobre vibradores publicado no YouTube

Giovanna Ewbank e Ingrid Guimarães em vídeo sobre vibradores; assunto cada vez mais aberto

KELLY MIYASHIRO

kelly@noticiasdatv.com

Publicado em 6/9/2021 - 6h35

Graças ao feminismo que empodera mulheres conforme os tempos avançam, muitas famosas se sentem mais confortáveis para falar sobre o uso de vibradores e a masturbação feminina de uma maneira geral. No Dia do Sexo, comemorado nesta segunda-feira (6), o Notícias da TV explica por que estrelas como Ingrid Guimarães, Leticia Colin e Angélica não têm vergonha de tirar os brinquedos sexuais do armário e encorajar o debate do assunto.

Apresentadora do SexPrivé, canal do Grupo Bandeirantes  voltado para o público adulto, Krishna Mahon acredita que essa libertação feminina começou depois de muita luta. Para ela, obras do entretenimento também estão começando a mostrar o prazer sexual com um olhar voltado para o público feminino. 

"Na literatura, no cinema desde os primórdios e agora nas séries, toda a indústria de entretenimento, tudo aquilo que a gente vê, sempre mostrou o prazer do ponto de vista masculino, né? Os grandes roteiristas e diretores eram homens, e agora isso está mudando", analisa a titular do Rapidinhas.

"Durante muito tempo a mulher não se viu ali representada no sexo em nenhuma das áreas. A gente foi reprimida o tempo todo em todos os lugares, mas sobre a sexualidade ainda mais, já que a mulher deixou de ter um empoderamento e ficou ali colocada só como a dona de casa, como se fosse um pecado falar de sexualidade", explica a ex-executiva do grupo A&E.

Um dos maiores sucessos do cinema brasileiro recente é a franquia de filmes De Pernas Pro Ar (2010-2019), estrelada por Ingrid Guimarães, na qual ela interpreta uma mulher que faz sucesso vendendo brinquedos sexuais e ajudando mulheres a atingirem o orgasmo sozinhas.

Para divulgar um dos filmes, a atriz até participou de uma brincadeira com Giovanna Ewbank para um vídeo publicado no canal do YouTube da apresentadora: distribuir vibradores e falar sobre masturbação. Larissa Manoela até brincou em suas redes sociais, mostrando o brinquedo como se fosse um telefone para os seguidores.  

Casada com Luciano Huck, Angélica disse em uma conversa com Sabrina Sato que também era adepta do vibrador. "Claro. A maturidade traz segurança. Me sinto melhor hoje emocionalmente, espiritualmente e sexualmente. E a mulher se conhecer passa pelo vibrador, passa por falar disso. É você se tocar, se sentir", disse a loira para o canal do YouTube de Sabrina.

Durante o reality A Fazenda 12 neste ano, Jojo Todynho chegou a pedir para que a produção do programa lhe desse um vibrador para ajudá-la a enfrentar o período de abstinência sexual. Após vencer o programa, a funkeira ganhou vários consolos e fez graça na web.

Há ainda exemplos como Leticia Colin, que contou à revista TPM que usou o brinquedo sexual para ajudá-la no fortalecimento da musculatura da vagina pós-parto. Já Fernanda Paes Leme assumiu que o "amiguinho" ajudava a aplacar a carência da quarentena. Preta Gil admitiu preferir um vibrador do que homem, e Anitta já expôs sua coleção de sugadores de clitóris. 

Krishna Mahon também atribui outro motivo para as mulheres estarem se sentindo mais à vontade com o assunto da masturbação feminina.

Agora, na pandemia, eu sinto que houve uma abertura enorme para anônimas e famosas falarem sobre sua sexualidade. As pessoas ficaram mais em casa, passaram a consumir mais os brinquedos sexuais e aí começaram a discutir mais o assunto.

"É lindo ver esse empoderamento feminino a partir do seu corpo e do seu prazer, isso é muito importante. E é um dos últimos tabus a serem quebrados, porque a mulher ainda não tem total direito ao seu próprio corpo na sociedade e não tem muito do seu prazer representado, então agora que isso está começando", finaliza ela.


Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.