Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

RAPIDINHAS

Aos 45, executiva vira apresentadora de canal pornô: 'Casada falando m... na TV'

ARQUIVO PESSOAL

A agora apresentadora Krishna Mahon em corredor da Band, onde trabalha no canal SexPrivé - ARQUIVO PESSOAL

A agora apresentadora Krishna Mahon em corredor da Band, onde trabalha no canal SexPrivé

EDIANEZ PARENTE

Publicado em 26/8/2019 - 5h12

Aos 45 anos, casada, grisalha e não se achando o tipo mulher "gostosa", a executiva Krishna Mahon, com trajetória de sucesso nos bastidores dos canais da TV por assinatura, virou apresentadora de canal pornô. Desde o início do mês, ela apresenta no SexPrivé, do Grupo Bandeirantes, pequenos programas em que dá dicas picantes de sexo. Ela trata o tema de forma direta, sem travas: "Cara, é real, uma mulher casada podendo falar merda na TV", festeja.

Krishna acumula uma carreira de quase três décadas trabalhando na TV, mas sempre atrás das câmeras. Foi produtora-executiva da Discovery em Miami e diretora de conteúdo dos canais History e A&E. Atualmente, é consultora de conteúdo dos canais pagos do Grupo Bandeirantes.

Krishna diz que decidiu apresentar o programete Rapidinhas porque viu nele uma oportunidade para "ampliar a voz das mulheres num ambiente heteronormativo". Isso porque o SexPrivé é um canal de sexo explícito adulto só com conteúdo nacional heterossexual. Contudo, ela tem planos para acabar com essa falta de diversidade.

"Já estou falando com o pessoal da programação para pensarmos em colocar conteúdo pra mulheres. E quem sabe, lá na frente, a gente abra esse leque", afirma. "É muito corajoso botar um conteúdo bem-humorado para falar dos nossos tabus, porque o sexo ainda é o maior de todos."

A executiva diz que seu programete não pretende nada mais do que a diversão, já que ela não é médica, sexóloga nem especialista. Os episódios são temáticos, abordando "dilemas" do universo do sexo como "Cuspir ou Engolir - Eis a Questão" e "Sexo Anal - Sem Frescura", quase todos com menos de três minutos. Neles, a apresentadora não economiza palavrões, como se fizesse um stand-up sobre sexo, sem plateia, com uma linguagem de YouTube.

Apesar de ter poucos episódios exibidos, Rapidinhas já rende repercussão para Krishna Mahon. Ela conta que passou até a receber confidências de telespectadores. "As pessoas chegam e me contam assim: 'Menina, surreal o que me aconteceu'", diz.

Além do trabalho como consultora na Band e da apresentação do quadro na TV, Krishna é uma das administradoras do grupo Mulheres do Audiovisual Brasil, com mais de 20 mil integrantes. Ela mantém ainda um canal próprio no YouTube, o Imprensa Mahon, em que dá dicas de produção de conteúdo e entrevista convidados para falar sobre conteúdo.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?