Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ASSIM NÃO DÁ

Record promete PlayPlus completo, mas deixa público na mão em momento decisivo

REPRODUÇÃO/PLAYPLUS

Montagem com Fernanda Medrado, Nego do Borel e Dayane Mello em A Fazenda 13

Fernanda Medrado, Nego do Borel e Dayane Mello em A Fazenda 13; cenas foram ocultadas no PlayPlus

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 27/9/2021 - 7h00

"Tem que inventar outra coisa para reclamar de mim". Foi com essa frase que Rodrigo Carelli, diretor de A Fazenda 13, anunciou o sistema de multicâmeras do reality rural, um pedido antigo dos fãs da atração. Com isso, os assinantes do PlayPlus teriam acesso a todos os conflitos do confinamento rural. No entanto, em menos de 15 dias, o público já percebeu que a promessa não foi cumprida, especialmente em momentos decisivos.

"As pessoas vão acompanhar mais ainda do que sempre acompanharam, pois agora vamos ter nove câmeras. Oito [sinais] mais o PGM que, para quem não sabe, é a imagem já cortada, como se estivesse indo para o ar. E oito câmeras, câmeras mesmo, com áudio, e mostrando ambientes diferentes da sede, o que vai causar mais polêmica ainda", assegurou Carelli no podcast do reality.

Mesmo com essa promessa, quem paga R$ 15,90 por mês no PlayPlus não viu a íntegra da confusão protagonizada por Nego do Borel na baia após a primeira festa da temporada. Por causa da gritaria generalizada, parte desse áudio foi captado pela câmera da casa da árvore, o que fez com que os assinantes soubessem apenas que algo tinha ocorrido na área do perrengue.

Com a desistência de Fernanda Medrado, a história se repetiu três vezes. Na quarta-feira (22), a rapper tocou em duas ocasiões o sino, procedimento usado tanto para desistências quanto para o contato com a produção. No entanto, o áudio da transmissão foi cortado e não foi possível acompanhar a solicitação da então peoa. Victor Pecoraro até falou sobre o tema com os colegas de confinamento, mas teve a sua fala censurada no sinal ao vivo.

Na quinta-feira (23), a novela Medrado chegou a seu terceiro, e último, capítulo. Novamente, a cena não foi exibida em sua totalidade no serviço digital. Todos os conteúdos foram escondidos dos pagantes do streaming e só foram ao ar "na íntegra" no programa da Record.

No caso da cantora, pode ser chamado de íntegra um mistério que durou pelo menos oito horas, mas só foi esclarecido ao público em dois VTs que, juntos, ocuparam 20 minutos e 17 segundos da edição da Record? E na confusão do funkeiro, em que a gritaria durou oito minutos e 37 segundos de material editado?

Na madrugada de sexta-feira (24) para sábado (25), a história se repetiu com a situação envolvendo Dayane Mello e Borel, que acabou expulso da atração. Os assinantes não conseguiram ver a aproximação dos peões durante a festa.

Além disso, apenas trechos dos momentos em que cantor teria forçado um ato sexual conta a peoa foram exibidos na transmissão ao vivo. A "íntegra" foi guardada para o programa, que precisou ser transmitido ao vivo por causa da gravidade da situação.

Em temporadas anteriores, situações similares já tinham sido registradas, o que gera revolta no público que paga para assistir a um conteúdo, mas não tem acesso a ele na totalidade. No ano passado, até Jorge Wilson, o Xerife do Consumidor da Record, foi acionado pelos fãs do reality, mas as solicitações não foram atendidas.

'Lixo total'

No Twitter, o internauta Enri Amorim classificou o streaming de "lixo total". "PlayPlus precisa melhorar muito pra ser chamado de lixo", complementou Letícia Osório.

Durante a segunda tentativa de desistência de Medrado, Sérgio Santos questionou a plataforma: "Por que não podemos ouvir o que estão falando para a Medrado, PlayPlus?". "Parabéns, Playplus, por deixar o microfone de todos mudos enquanto consolam a Medrado", prosseguiu o telespectador em seu desabafo.

Na confusão de Nego do Borel na baia, as críticas também foram realizadas na internet. "Está tendo treta na baia. A produção tirou a câmera, mas ainda dá para ouvir a gritaria", escreveu um perfil identificado como Fer ao publicar o registro da imagem cortada.

Na entrevista ao podcast, Carelli comparou as críticas do público ao seu trabalho com as que um juiz de futebol recebe no campo. "Tipo, se o meu time perdeu, não é culpa do meu time. É daquele cara que, no caso, sou eu. Já me acostumei", pontuou o diretor, entre risos. Confira:

Procurada pelo Notícias da TV, a Record não respondeu os questionamentos da reportagem. O PlayPlus informou que os cortes de câmeras e de áudio são definidos pela produção do reality.

Confira a íntegra da nota do PlayPlus:

"O PlayPlus reafirma seu compromisso com a qualidade do serviço de streaming e marketplace de conteúdo do Grupo Record. O pacote oferecido, que contempla a exibição de A Fazenda, prevê que o sinal, o corte de câmeras e o controle de som serão selecionados pela produção do reality show, respeitando prioritariamente a dinâmica do jogo."


Últimas de A Fazenda 13

Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas