Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO FANTÁSTICO

Xuxa teme rejeição a livro infantil e rebate críticas a filme erótico: 'Não me ofende'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Xuxa Meneghel séria com os cabelos louros curtos em entrevista ao Fantástico

Xuxa Meneghel em entrevista ao Fantástico deste domingo (1º);

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 1/11/2020 - 22h37
Atualizado em 1/11/2020 - 23h08

Xuxa Meneghel deu uma entrevista exclusiva ao Fantástico neste domingo (1º). Na conversa com Renata Ceribelli, a apresentadora disse temer a rejeição ao livro infantil Maya - Bebê Arco-Íris, que lança esta semana. Ela ainda rebateu críticas ao filme erótico Amor Estranho Amor (1982). "Isso não me ofende", disparou ela, que pediu que o público assista ao longa e reflita sobre a exploração infantil mostrada na trama.

A jornalista da Globo começou o bate-papo perguntando sobre a obra escrita pela loira. Maya - Bebê Arco-Íris conta a história de um anjo que escolhe nascer em uma família com duas mães. Xuxa, então, contou que escolheu o tema no início da pandemia da Covid-19, quando duas amigas foram morar com ela.

"Aqui em casa veio morar a Fabi [Fabi Gelendan] e Vavá [Vanessa Alves], moraram por quase quatro meses aqui em casa. E tinha acabado de nascer a Maya, que é minha afilhada", explicou. Vavá trabalha com Xuxa, e elas são amigas há mais de 20 anos. Ela e a mulher tiveram a herdeira por meio de inseminação artificial.

"Eu vi o quanto elas se prepararam pra ser mães. O quanto elas desejaram ser mães. Tem uma história de amor. A Maya veio pra mostrar que Deus é amor. Não tem preconceito, discriminação. O preconceito e a discriminação vêm do homem, não de Deus", afirmou ela.

Renata Ceribelli questionou se a convidada teme que a obra seja rejeitada. "Sim, inclusive, fizeram uma campanha pro livro não sair. Já botei na Justiça, então deixa pra lá", pediu a loira, que está de saída da Record. A jornalista, então, perguntou se Xuxa já se apaixonou por uma mulher.

"Não, mas se eu me apaixonasse, com certeza todo mundo ia saber. Eu acho que não é uma coisa que ninguém tá sujeito a acontecer, porque a gente se apaixona por pessoas. Eu não vejo isso como uma coisa errada. Amor é muito mais forte do que qualquer outra coisa. Amor é amor. Não importa o sexo", discursou a apresentadora.

Amor Estranho Amor

Em determinado momento da entrevista, Renata soltou: "Você já ouviu muito como é que você vai falar pra criança se um dia você fez um filme erótico?". "Obrigada! Re, eu te amo. Obrigada por você ter falado sobre isso", comemorou a rainha dos baixinhos.

"As pessoas levantam essa bandeira: 'Ah você transou com um garoto de 12 anos num filme'. Eu não transei, aquilo é ficção. Se não o Arnold Schwarzenegger deveria estar preso porque matou um monte de gente nos filmes dele", disparou.

Xuxa tinha 18 anos quando atuou na trama dirigida por Walter Hugo Khouri. "Eu fazia o papel de uma menina de 15 anos que foi vendida pro postíbulo. E lá tinha um menino de 12 anos. Não é minha biografia, não é perto da minha história", continuou.

A mãe de Sasha já chegou a entrar na Justiça para tirar de circulação as cópias do filme. Por quase 30 anos, ela conseguiu impedir a reprodução da trama, pagando anualmente a distribuidora para assegurar os direitos sobre o filme. Porém, liberou o longa em 2018.

"Quem não viu o filme, por favor veja. Fala de uma coisa muito atual, a exploração infantil. Isso é a realidade de muita gente. Muita criança ainda é vendida. Isso tem que ser falado", discursou ela.

"Quando as pessoas querem me ofender, procurem outra coisa. Isso não me ofende. Tá ofendendo a pessoa, que tá dizendo 'como eu sou ignorante por escrever isso'", alfinetou. "Essa é uma ficção, mas a realidade existe com esse nome, que é a exploração infantil", disse ela. 

Assédios e abusos

Xuxa também comentou sobre o lançamento de sua autobiografia Memórias, na qual escancara os abusos que sofreu na infância e tornou público em 2012, também em uma entrevista ao Fantástico. Renata questionou qual foi o maior preconceito que a convidada sofre.

"Machismo era muito forte nos anos 1980. Quando eu comecei a trabalhar, eles me viam assim, se eu sou loira, modelo, eu sou uma prostituta", afirmou ela. A jornalista perguntou se a loira em algum momento cedeu aos assédios para manter a carreira.

"Se eu tivesse cedido, não seria a pessoa que sou hoje. Mas chorei muito pelo fato de eu ter visto isso muitas vezes", revelou. Ela contou ainda que um skeik já ofereceu um bolo de dinheiro pra sair com ela e que tinham pessoas que chegavam com trabalhos em outros países para sair para jantar com homens.

"Hoje em dia, as mulheres falam mais. Se isso acontece, elas botam pra fora", ressaltou. Xuxa também comentou sobre os rótulos que recebeu na vida: "Quantas vezes eu mesma falei 'loira burra', ou 'loira objeto'. Eu me via nessa tribo, eu me colocava assim também".

Padrão das paquitas

"Com a cabeça que você tem hoje, todas as paquitas seriam loiras de olho azul?", questionou a jornalista do Fantástico.

"As paquitas naquela época estavam seguindo uma beleza que foi imposta naquela época. Era uma coisa que eu não queria. Quando elas vinham com os cabelos pretos ou castanhos, eu pedia muito pra que não mudasse a cor do cabelo. Elas acabavam fazendo isso, porque viam que tinha mais espaço pras meninas loiras", explicou a apresentadora.

Ela ainda afirmou que na época também não existiam bonecas Barbie morenas ou princesas da Disney negras. "Não é legal as pessoas botarem a culpa no meu colo. Como se assim 'a Xuxa só tinha paquita loira'. Não, a Xuxa só tinha o que era imposto pra criança como uma coisa normal e natural", disparou a artista.

Críticas por envelhecer

Aos 57 anos, a cantora ainda abordou as críticas que recebe sobre sua aparência. "A gente que trabalha com a imagem... Eu que trabalhei desde os meus 16 anos com a minha idade, [envelhecer] me assusta bastante. A pele fica diferente, a boxexa cai, o cabelo começa a ficar diferente... Tudo fica diferente", disse ela.

"Eu sou muito criticada por mulher. A mulher olha pra mim e fala: 'Nossa, como a Xuxa tá velha, tá feia, tá gorda, enrugada'. É verdade, eu tô tudo isso. Sorte que eu tô me sentindo bem. Eu acho que com a maturidade, eu me aceito melhor. Eu vivendo um momento de felicidade, talvez, pela maturidade".

Renata, então, ressaltou a importância de Xuxa adotar esse discurso. "Tá todo mundo sem expressão, com a boca parecida, o cabelo parecido. Seguem um padrão, uma beleza", comentou a apresentadora, sobre procedimentos estéticos como a harmonização facial.

"Mas a gente volta na nossa conversa, quem sou eu pra falar isso se nos anos 1980 a gente também seguia um padrão de beleza, e eu era meio que escrava desse padrão de beleza", relembrou.

"Hoje eu não me encho de botox e de preenchimento pela minha maturidade, mas não quer dizer que um dia eu não queira fazer uma plástica. Mas eu não vou fazer porque os outros querem", continuou. A jornalista da Globo comentou que parece que é proibido envelhecer.

"Eu até tô entendendo elas [pessoas que criticam]. Eu faço parte de um momento muito lúdico deles, do momento imaginário de quando eram crianças. Se eles me veem velha, é porque eles estão velhos. E essas pessoas não querem envelhecer. Eles estão cobrando a minha velhice. Tipo 'Não fica velha, Xuxa, porque eu não quero envelhecer'".


Leia também

Web Stories

+
Como fênix, Juliette renasceu dentro do BBB21; relembre a trajetória da finalistaPlanta faz isso? Mesmo sem protagonismo, Camilla chega à final do BBB21Fiuk chora muito, se livra de paredões e chega até a final do BBB21Entre surtos e triunfos, Gil do Vigor faz história no BBB21De tio cômico a dependente química: Confira os lançamentos da TV e do streaming

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou dos casais do Power Couple Brasil 5?