Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SÉRGIO UTSCH

'Trabalho muito difícil', desabafa jornalista do SBT sobre ida ao Afeganistão

REPRODUÇÃO/SBT

Imagem de Sérgio Utsch, com máscara, nas ruas do Paquistão

Sérgio Utsch em entrada ao vivo no Vem Pra Cá; jornalista desabafou sobre cobertura do Talibã

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 8/9/2021 - 10h51

Enquanto tenta entrar no Afeganistão para produzir reportagens sobre a tomada de poder do Talibã, o jornalista Sérgio Utsch compartilhou os bastidores da cobertura. Nesta quarta-feira (8), o correspondente internacional do SBT, que encontra-se atualmente no Paquistão, desabafou: "É um trabalho muito difícil".

"Tem um risco! Ainda não estou no Afeganistão, estou bem na fronteira, no Paquistão. É um trabalho difícil, muito difícil, com todos os aspectos que envolvem naturalmente. Digo que aqui onde estou, segurança é algo que menos me preocupa. Posso deixar minha carteira cair, que eles não vão levar", afirmou Utsch durante entrada ao vivo no Vem Pra Cá.

Na conversa com Patricia Abravanel e Gabriel Cartolano, o correspondente do SBT na Europa disse que está sendo bem tratado pelos habitantes do Paquistão: "São pessoas bastante doces, muito amigáveis. Me dão comida e chá o tempo inteiro".

"Agora, [a cobertura] envolve um perigo, principalmente do outro lado da fronteira, com o Talibã. Eles prometem ser um grupo mais moderado, mas os sinais que deram até agora mostram que não são tão moderados assim", reforçou o jornalista.

A emissora de Silvio Santos enviou o jornalista para a região na tentativa de ser a primeira TV brasileira a entrar no Afeganistão desde que o país voltou a ser comandado pelo grupo extremista.

Confira um trecho do relato de Sérgio Utsch no Vem Pra Cá:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.