Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

COMO SERÁ O AMANHÃ

Sem contrato fixo com Globo, Galvão mira internet e publicidade no ano que vem

DIVULGAÇÃO/GLOBO

Galvão Bueno sorri numa foto com um torno azul e uma gravata verde

Galvão Bueno na Globo: apresentador deixa de ter contrato fixo com emissora após 41 anos

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 25/3/2022 - 6h50

Galvão Bueno terá dois focos a partir de 2023: redes sociais e publicidade. O narrador, que deixará de ter contrato fixo e sairá da Globo em dezembro, planeja usar a alta popularidade que ganhou nas últimas quatro décadas para dar uma desacelerada na rotina e ganhar dinheiro. A porta da emissora está aberta para projetos futuros, mas no modelo que já é adotado na dramaturgia --uma espécie de contrato "por obra".

Seu último trabalho como funcionário da Globo será a Copa do Mundo do Catar, realizada a partir de novembro. Galvão não pretende mais narrar na TV e deu a palavra para a emissora de que não assinará com a concorrência para a mesma função. Caso mude de ideia no futuro, a empresa que foi sua casa durante 41 anos tem prioridade.

Segundo apurou o Notícias da TV com executivos do Esporte da emissora, o narrador até desejava manter o modelo atual de contrato com a Globo, mas mudou de ideia após conversas com a cúpula. O núcleo esportivo está em período de renovação de pessoal --as contratações de Gustavo Villani e Everaldo Marques são exemplos dessa mudança.

Galvão deseja ter mais liberdade para escolher seus trabalhos, algo que a Globo não proporciona mais em seu novo modelo de negócios. A conversa foi madura e portas abertas foram deixadas para o futuro próximo. 

O anúncio feito pela sua página no Twitter nesta quinta (24), no entanto, causou espanto. Inicialmente, era para a saída ser divulgada em nota oficial e em uma entrevista para o jornal O Globo. No entanto, Galvão fez a divulgação de Brasil x Chile pelas Eliminatórias e quis expor a situação ao seu modo, o que causou ruído internamente, segundo pessoas ouvidas pela coluna. 

O narrador aposta principalmente na grande aceitação que ele já tem nas redes sociais para essa nova fase da carreira. Na soma de Twitter, TikTok e Instagram, são mais de 5 milhões de seguidores. Além disso, por ser uma figura extremamente popular por quem não está nas redes sociais. Investir nele para anunciar um produto é um negócio com retorno certo. 

Só no ano passado, foram sete contratos firmados para campanhas em apenas sete meses de liberação pela Globo. Fora da emissora, ele planeja ampliar ainda mais essa negociação e fazer ainda mais publicidade --incluindo posts patrocinados, modalidade pouco explorada pelo narrador. 

E o futuro da Globo sem Galvão?

Na Globo, a saída de Galvão Bueno dos jogos da Seleção Brasileira abre uma vaga que tinha dono desde 1986. Quem vai narrar o Brasil nas Eliminatórias da Copa do Mundo e no Mundial de 2026? A situação só será definida mais para frente, mas fontes no Esporte da Globo apontam para Luis Roberto. 

O narrador de 61 anos vive um auge de popularidade com o público e já substituiu o titular em outras transmissões de Seleção, além de fazer a maioria das partidas de clubes em grandes eventos. Foi Roberto quem comandou a Supercopa do Brasil deste ano entre Flamengo e Atlético Mineiro. Até então, era uma tradição ter apenas Galvão neste evento. 

Nos grandes eventos, emissora e narrador vão conversar para acertar possíveis participações em quadros especiais ou mesmo como apresentador. É o caso dos Jogos Olímpicos de Paris, em 2024, que Galvão prometeu em entrevista ao Notícias da TV estar de qualquer forma --seja na Globo ou fora dela. 


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.