Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

TALK SHOW

Saiba como será o programa que a CNN criou para não perder Gabriela Prioli

Reprodução/CNN Brasil

A advogada Gabriela Prioli com expressão de choque no quadro O Grande Debate, da CNN Brasil

A advogada Gabriela Prioli durante participação no quadro O Grande Debate: agora em talk show

LUCIANO GUARALDO e GABRIEL PERLINE

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 23/6/2020 - 14h01
Atualizado em 23/6/2020 - 14h25

Gabriela Prioli, Mari Palma e Leandro Karnal terão um talk show na CNN Brasil a partir de julho. A ex-jornalista da Globo será a apresentadora da atração, e os outros dois farão participações fixas. O programa foi uma das promessas que o canal de notícias fez à advogada para mantê-la em seu quadro de colaboradores depois de ela se sentir atacada ao vivo no quadro O Grande Debate.

Um piloto do programa está sendo gravado na tarde desta terça-feira (23). Além de Mari, Gabriela e Karnal (recém-contratado pela CNN depois de aparecer em alguns debates como convidado), um outro influenciador, cujo nome não foi revelado, está sendo testado para completar o time.

O foco da atração não será o hard news (notícias quentes, do momento, como as movimentações mais recentes em Brasília ou a contagem de vítimas da pandemia do novo coronavírus), mas sim uma mistura de jornalismo com variedades.

Os pilotos já gravados indicam que será um programa que vai discutir temas atuais e relevantes do noticiário, com pontos de vistas de um filósofo, uma jornalista e uma advogada, que também são influenciadores. A exibição deve ser na faixa das 22h, horário ocupado atualmente pelo Jornal da CNN, de William Waack.

Ela anunciou sua demissão na internet

Gabriela Prioli quase deixou a CNN Brasil antes mesmo de o canal completar um mês no ar. No quadro O Grande Debate de 27 de março, ela debateu com Tomé Abduch sobre a prisão domiciliar de Eduardo Cunha. Em certo momento, a comentarista se desentendeu com Reinaldo Gottino e chegou a ser interrompida pelo apresentador várias vezes.

Na internet, depois do ocorrido, ela deu a entender que estava de saída. "Não consigo atingir o meu objetivo se for constrangida e não posso seguir participando do debate sem que a convicção sobre a gravidade do constrangimento não seja só minha", desabafou.

Dois dias depois, Gottino (que ainda estava no elenco da CNN) publicou um pedido de desculpas para a colega. "Peço publicamente desculpas à Gabriela Prioli por ter sido incisivo no meu questionamento na última sexta. Perguntei se ela entendia que a lei era branda e deveria ser mudada. Me exaltei e a interrompi. Errei", admitiu.

Gabriela topou ficar no canal, mas deixou o quadro O Grande Debate e só foi aparecer novamente em 18 de abril, no programa O Mundo Pós-Pandemia --que também contava com Karnal e Mari Palma, além da apresentadora Daniela Lima e de Thais Heredia. O esperado retorno da advogada foi bem na audiência e mostrou que a CNN fez bem ao manter a jovem estrela em seu quadro de colaboradores.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?