Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MULTIPLATAFORMA

Saiba como assistir ao Super Bowl 2019 ao vivo na TV ou pelo celular

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Tom Brady é o quarterback do New England Patriots, time que disputa o Super Bowl 53 neste domingo (3) - REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Tom Brady é o quarterback do New England Patriots, time que disputa o Super Bowl 53 neste domingo (3)

REDAÇÃO

Publicado em 2/2/2019 - 6h29

O Super Bowl 2019 acontece neste domingo (3), às 21h30 (horário de Brasília). O jogo entre Los Angeles Rams e New England Patriots será transmitido com exclusividade pela ESPN no Brasil. Além de assistir na televisão, há a opção de acompanhar a decisão da NFL ao vivo pelo site, celular, streaming ou em mais de 110 salas de cinema.

Leia também: 'Somos o país do futebol americano um dia por ano', diz Everaldo Marques

O aplicativo oficial que exibirá o jogo é o WatchESPN, disponível para download em plataformas iOS e Android. O site do canal também mostrará o Super Bowl 53. Para acompanhar o jogo online e ao vivo em qualquer uma dessas duas plataformas, é necessário ter uma assinatura de TV a cabo. Ao inserir os dados de assinante, a transmissão é liberada.

Outra opção é o PlayPlus, serviço de streaming da Record que tem parceria com os canais ESPN. Os assinantes do pacote mais caro, que custa R$ 32,80 por mês, podem assistir ao jogo ao vivo.

Na televisão e nas plataformas digitais da ESPN, a decisão da NFL será narrada por Everaldo Marques com comentários de Paulo Antunes. A equipe estará no palco do Super Bowl 2019, o Mercedes-Benz Stadium, em Atlanta, nos Estados Unidos.

Super Bowl 53 no cinema
Quem optar por acompanhar Rams x Patriots em telas gigantescas terá uma transmissão exclusiva, com Rômulo Mendonça na locução e Paulo Mancha de comentarista. O evento será exibido em mais de 110 salas espalhadas pelo país, e o preço varia de acordo com cada local, mas os ingressos não saem por menos de R$ 60 (a entrada inteira).

É o sexto ano consecutivo que a ESPN transmite o Super Bowl também nos cinemas. Em 2018, mais de 12 mil pessoas assistiram ao grande evento da NFL nas telonas.

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Adam Levine é o vocalista da banda Maroon 5, que fará o show do intervalo do Super Bowl 53

Show do Super Bowl 2019
A escolha da atração principal desta edição foi cercada por polêmicas. Após o jogador Colin Kaepernick se definir como "exilado" pela NFL depois de iniciar protestos contra a desigualdade racial nos Estados Unidos e contra o presidente Donald Trump, artistas se solidarizaram com o atleta e recusaram o convite para cantar no evento. Foram os casos de Rihanna e Jay-Z.

A principal atração do Super Bowl 53 será a banda de pop rock Maroon 5, com participações dos rappers Big Boi e Travis Scott. Os artistas foram criticados por parte dos fãs após aceitarem cantar na decisão do futebol americano. Para evitar polêmicas, até a tradicional coletiva de imprensa na semana do jogo foi cancelada.

"O Maroon 5 está preparando um show do intervalo para o Super Bowl que vai exceder as expectativas para o evento. Visto que é tudo sobre a música, os artistas decidiram deixar que o seu show falasse por si mesmo", disse a direção da NFL em nota enviada ao site norte-americano Deadline.

Assistida por mais de 100 milhões de pessoas nos Estados Unidos, a transmissão do Super Bowl começou a ter shows grandiosos em 1993, com Michael Jackson como atração principal. A estratégia era evitar que a concorrência roubasse público do jogo; no ano anterior um programa de humor tirou audiência durante o intervalo ao mostrar esquetes com nomes como Jim Carrey e Jennifer Lopez.

TUDO SOBRE

Super Bowl

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.