Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

GUILHERME PIMENTEL

Repórter da Globo passa perrengue ao vivo com máscara no rosto: 'Tá caindo'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O repórter Guilherme Pimentel recoloca máscara durante reportagem ao vivo no SP1, na Globo, em 23 de maio de 2020

O repórter Guilherme Pimentel recoloca máscara durante reportagem ao vivo no SP1, na Globo

REDAÇÃO

Publicado em 23/5/2020 - 13h06

O repórter Guilherme Pimentel passou um perrengue com sua máscara ao vivo no SP1, da Globo, neste sábado (23). Ele apareceu para noticiar dados sobre a lotação de UTIs nos hospitais de Guarulhos, em São Paulo, durante a pandemia. Enquanto falava, seu acessório escorregou de seu rosto. Preocupado, ele parou a reportagem para arrumar a proteção antes de levar uma bronca. "Está caindo", avisou.

Ao vivo no SP1, Pimentel foi chamado pela âncora Michelle Barros para transmitir informações diretamente de Guarulhos. Em frente ao Centro de Combate ao Coronavírus da região, o repórter dava dados da Secretaria Estadual de Saúde.

O profissional relatava números importantes e alarmantes sobre a cidade, que contabilizou 1.945 óbitos até o momento. Durante sua fala, ele mesmo se viu em uma situação preocupante, uma vez que sua máscara começou a cair de seu rosto.

Incomodado, ele parou a reportagem para arrumar o acessório. "Só vou pedir licença, gente. Vou arrumar minha máscara que está caindo", pediu ele. 

Em 11 de maio, seu colega de emissora, Pedro Figueiredo, levou um puxão de orelha de Maju Coutinho, no Jornal Hoje, justamente por deixar o item cair ao vivo.

Na ocasião, Figueiredo até tentou consertar a falha, mas não conseguiu, deixando seu nariz à mostra. "Caiu a sua máscara, mas a gente sabe que você vai colocar direitinho depois, acima do nariz", apontou Maju.

Pimentel, por sua vez, se antecedeu a qualquer bronca e arrumou sua proteção em três momentos. No entanto, conforme falava, seu apetrecho de fato caiu justamente enquanto ele alertava que havia visto muitas pessoas sem nada no rosto em Guarulhos. Rapidamente, sem pausas na reportagem, ele cobriu o nariz de novo.

O temor de perder a máscara tem razão de acontecer. Desde o dia 4 de maio, os profissionais de todo o jornalismo da Globo foram obrigados a aparecer com nariz e boca cobertos no vídeo. Em e-mail distribuído à equipe, o diretor-geral de Jornalismo, Ali Kamel, justificou a medida: eles precisam dar exemplo aos telespectadores.

Os repórteres da Globo já vinham usando máscaras, mas as tiravam sempre que iam gravar ou entrar ao vivo. Logo no início da pandemia do coronavírus, a emissora distribuiu kits de higienização para os jornalistas. Todos passaram a limpar seus microfones com álcool e a usar um segundo microfone para o entrevistado.

No começo de abril, a emissora passou obrigar o uso de máscaras no ambiente de trabalho, não diante das câmeras. A obrigatoriedade do item no vídeo não vale para repórteres e apresentadores em estúdio.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?