BALANÇO GERAL

Record cancela jornal após derrotas para apresentador do SBT que ela havia demitido

REPRODUÇÃO/RIC TV e REPRODUÇÃO/REDE MASSA

Rebeca Branco à frente do Balanço Geral Manhã, da RIC TV, e Gilberto Ribeiro no Primeiro Impacto, da Rede Massa - REPRODUÇÃO/RIC TV e REPRODUÇÃO/REDE MASSA

Rebeca Branco à frente do Balanço Geral Manhã, da RIC TV, e Gilberto Ribeiro no Primeiro Impacto, da Rede Massa

GABRIEL PERLINE - Publicado em 13/07/2019, às 05h38

A Record decidiu cancelar o Balanço Geral Manhã do Paraná após três semanas. O telejornal foi tirado do ar devido às derrotas consecutivas que sofreu para o Primeiro Impacto, do SBT, comandado por Gilberto Ribeiro. Curiosamente, o apresentador foi demitido pela afiliada da rede de Edir Macedo após ser considerado "velho demais".

Sob o comando de Rebeca Branco, o Balanço Geral Manhã da RIC TV teve um desempenho muito baixo. Em três ocasiões, o programa chegou a dar traço (zero pontos) no Ibope, prejudicando seu sucessor, o PR no Ar, que antes disputava a liderança com a RPC, afiliada da Globo no Paraná.

No período em que ficou no ar, entre 17 de junho e 6 de julho, o telejornal registrou média de 0,9 pontos --cada ponto equivale a 11.675 domicílios na Grande Curitiba-- contra 3,9 do Primeiro Impacto, comandado por Ribeiro na Rede Massa.

"O programa entrou no ar em caráter de teste. E entendemos que seria mais efetivo ampliarmos a duração do PR no Ar do que manter o Balanço Geral", justificou a assessoria de imprensa da RIC TV ao Notícias da TV.

O curioso é que a própria emissora pensou em colocar Gilberto Ribeiro para comandar o Balanço Geral Manhã antes de demiti-lo, em maio. O apresentador teve uma saída conturbada da afiliada da Record e chegou a ser barrado na portaria no dia em que apresentaria a última edição do Balanço Geral do meio-dia.

A confusão toda começou em abril, quando a RIC TV optou por rescindir o contrato do apresentador. Em seguida, voltou atrás e lhe propôs um novo acordo, no qual ele deixaria o jornal do horário do almoço para comandar o Balanço Geral Manhã, que ainda estava em processo de implantação.

Após uma sequência de conversas, Gilberto Ribeiro optou por deixar a emissora em 17 de maio, data em que seu acordo com a RIC TV chegaria ao fim. O motivo de não aceitar o novo telejornal foi uma discussão com Ivete Azzolini, gerente de Jornalismo da Record do Paraná, que o teria chamado de "velho demais" e dito que ele não servia mais para a emissora.

Ao chegar para apresentar o Balanço Geral pela última vez, ele foi barrado na portaria e proibido de entrar no ar. "Por pouco eu não chorei. Não sou homem de chorar. Chorei só quando morreu meu irmão. Quase que chorei pela segunda vez. É uma humilhação danada", disse o jornalista à reportagem na ocasião.

Ele acabou contratado em junho pela Rede Massa e tem apresentado resultados bem satisfatórios à frente do Primeiro Impacto.

Já a RIC TV tenta recuperar o prejuízo em audiência.A apresentadora Rebeca Branco, que estava no comando do extinto Balanço Geral Manhã, foi deslocada para uma das afiliadas do interior do Estado.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Que destino Fabiana deve ter em A Dona do Pedaço?
Morrer, essa aí é tão mau-caráter que não tem salvação
15.22%
Ir para a cadeia e pagar por todas as maldades que cometeu
42.85%
Virar boazinha e ajudar Maria da Paz a derrotar Josiane
13.41%
Voltar para o convento de onde nunca deveria ter saído
28.52%

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook