Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ASSÉDIO MORAL

Rafa Brites comemora afastamento de diretor da Globo: 'Justiça foi feita'

Reprodução/Instagram

A apresentadora Rafa Brites em sua casa de cabelo preso e segurando um saxofone

Rafa Brites vibrou com afastamento de diretor da Globo com quem trabalhou no passado

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 15/3/2021 - 19h48

Rafa Brites usou os stories de seu Instagram nesta segunda-feira (15) para comemorar o afastamento de um diretor da Globo, que teria praticado assédio moral contra ela em duas ocasiões durante seu período na emissora: "Acabei de receber a notícia e senti que a justiça foi feita", afirmou.

A apresentadora passou por programas como Mais Você, Superstar e Vídeo Show entre 2014 e 2018 e deixou a Globo em março de 2019, quando seu contrato não foi renovado. Ela é casada com Felipe Andreoli, apresentador do Globo Esporte, com quem tem um filho, Rocco, de quatro anos.

"A ideia aqui não é expor ninguém, porque acho que cada pessoa está em seu caminho evolutivo, e provavelmente ele vai encontrar o caminho dele para corrigir os erros do passado. Eu, pessoalmente, perdoei", explicou Rafa Brites sem apontar o nome do diretor em questão.

Em seguida, a apresentadora relatou uma das experiências ruins: "Na época eu tinha 32 anos, já era mãe. Nunca ninguém tinha gritado comigo daquela maneira. Gritado de aparecer veia. Nem a minha mãe, nem meu pai, ninguém. Não sou uma pessoa bélica, resolvo conversando. Ele gritava porque eu falei que ia fazer um curso de clown, de palhaço, no fim de semana".

Na segunda ocasião em que teria sofrido assédio moral, tempos depois, ressaltou o apoio de colegas: "Quem me acolheu foram as camareiras e as meninas do teatro, foram umas fofas. Eu tremia. Nessa segunda vez já tinha um grupo de mulheres no WhatsApp, diretoras, atrizes, cenógrafas, camareiras", relatou.

Entre os nomes que lhe prestaram apoio, Rafa Brites citou os de Taís Araújo e Patrícia Pillar: "É importante a gente ter essa rede apoiando, porque às vezes você fala assim: 'Meu Deus, eu vou falar e vão me mandar embora, porque não vão acreditar no que estou falando', e por isso muitas pessoas não denunciam. Foi muito especial ter essas mulheres do meu lado".

"A gente escuta cada história de antigamente da Globo, por exemplo, que hoje são coisas que não cabem mais. A tolerância é mínima para esse tipo de coisa. A gente viu o caso da Dani Calabresa e várias outras coisas, a empresa realmente mudou", comentou.

Por fim, Rafa Brites deixou um recado a seu ex-diretor: "Espero que essa pessoa cresça como indivíduo, aprenda a respeitar os outros, se comunicar, faça seu trabalho de autoconhecimento. A pessoa que está muito agressiva deve estar com muito problema".


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube e confira o nosso boletim diário com os principais destaques do dia


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?