Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

METRÓPOLE SÃO PAULO

Programa na TV paga limpa a barra da Polícia Militar com ações positivas

Divulgação/A&E

Integrantes do Garra seguram armas durante ação policial

Policiais do Garra durante ação registrada pelo programa Metrópole São Paulo, do A&E

LUCIANO GUARALDO

luciano@noticiasdatv.com

Publicado em 20/11/2021 - 6h40

Policiais civis e militares não têm exatamente a melhor reputação entre os brasileiros, especialmente em grandes centros urbanos. Para reverter essa imagem, o programa Metrópole São Paulo estreia neste sábado (20) no canal A&E com a promessa de limpar a barra dos oficiais e mostrar que, em sua maioria, eles têm em mente o benefício da população.

"São profissionais que se importam muito com o trabalho que estão fazendo, porque entendem a relevância do que estão prestando para a população. Existe um número enorme de policiais fazendo o dever deles --e fazendo bem. Mas, no fim, as manchetes ruins é que ganham notoriedade", justifica Ricardo De Caroli, gerente de produção original do grupo A+E, do qual faz parte o A&E.

Além de policiais civis e militares, as câmeras do Metrópole também acompanham socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e o Corpo de Bombeiros. Ou seja, o programa acompanha de blitz da Lei Seca a perseguições a suspeitos em alta velocidade, além de resgates de vítimas de acidentes e até capturas de criminosos.

"A série foca 100% nesse trabalho de prestação de serviços. Tem diversos tipos de operação, investigação ao crime organizado, carros roubados, quadrilhas", enumera De Caroli ao Notícias da TV.

Metrópole São Paulo é o novo capítulo de uma franquia que já passou por Bogotá, na Colômbia, e pela Cidade do México. Agora, chega a uma das regiões mais populosas do mundo para retratar as particularidades daqui. Para as gravações, a equipe contou com o apoio da Secretaria de Segurança do Estado e da Secretaria de Saúde, que concederam acesso exclusivo.

"A gente teve acesso ao que eles chamam de zonas intermediárias e zonas quentes, que são as áreas de maior risco dentro dessas operações. Para isso, a gente teve que seguir protocolos bastante rígidos de segurança. Enquanto a gente acompanhava operações da polícia, toda a equipe tinha que usar colete à prova de balas, porque acaba entrando em situações que não sabe muito bem o que pode vir dali", lembra o executivo.

A ideia de mostrar um lado positivo das ações policiais também fez com que os agentes aceitassem ficar na frente das câmeras com mais facilidade. "A maioria entende o projeto e gosta desse tipo de série justamente para mostrar o serviço e o atendimento que eles fazem. São grupos que estão ali para servir a população. E a gente mostra a relevância disso."

Confira promo do lançamento de Metrópole São Paulo, que estreia no canal A&E neste sábado (20), às 18h:


Leia também

Enquete

Com quem Irma merece ficar em Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.