Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Televisão na web

Porta dos Fundos lança 4 séries e quer virar 'emissora de TV'

Reprodução/YouTube

Fábio Porchat em vídeo de Porta dos Fundos; grupo lançará quatro séries em 2014 - Reprodução/YouTube

Fábio Porchat em vídeo de Porta dos Fundos; grupo lançará quatro séries em 2014

DANIEL CASTRO, No Rio de Janeiro

Publicado em 13/3/2014 - 11h46

O canal de humor na internet Porta dos Fundos vai lançar quatro séries neste ano. Serão produções com pelo menos quatro episódios de 15 minutos cada um. O primeiro estreia em abril. Vai se chamar Viral e tratará de Aids.

"É uma série sobre dois amigos. Um deles descobre que tem Aids e os dois resolvem contar para todas as mulheres com as quais transaram", adiantou o humorista Fábio Porchat, um dos intergrantes do Porta dos Fundos, hoje (13) de manhã no RioContentMarket, maior evento de audiovisual, que vai até amanhã no Rio de Janeiro.

Um dos seriados tratará de Copa do Mundo e outro de eleições. Todos os quatro serão de humor, mas o grupo também pensa em fazer dramas.

"A gente não quer ser só um canal de esquetes. A ideia é que o Porta dos Fundos seja a nossa emissora", disse Porchat. 

Nos planos do grupo, além das novas séries, que serão lançadas sempre aos sábados, estão documentários, programas de entrevistas e de improviso. No horizonte do grupo ainda está um longa-metragem, a princípio para 2015, mas ainda não apareceu "a" ideia.

NoRio ContentMarket, Porchat, Gregorio Duvivier e Ian SBF, também do Porta dos Fundos, falaram das propostas que têm recebido de televisão. O grupo quase fechou com a Globo. A princípio, o espaço ocupado em dezembro por Junto e Misturado seria do Porta dos Fundos, mas a negociação fracassou. "Pra que ir para a TV?", questionou Porchat. "A gente já tem nosso público e ganha nosso dinheiro na internet".

O Porta dos Fundos ganha dinheiro principalmente com publicidade. Os comerciais exibidos antes das esquetes são a principal fonte de renda do grupo, que hoje tem 40 funcionários. O grupo também faz vídeos para empresas e agora investe no licenciamento de produtos.

Todos os vídeos do grupo são aprovados pelos cinco sócios do Porta dos Fundos ainda na fase de roteiro. Todos interferem nos roteiros uns dos outros. Apesar das polêmicas, já lançaram 180 vídeos, mas nunca foram processados. 

LEIA TAMBÉM:

SBT produz série de aventura sobre motoqueira nas ruas de São Paulo

Dramalhão derruba audiência, e SBT enxuga quatro capítulos em um

Com elenco torto, trama de Manoel Carlos tem sua melhor Helena

Em Família: Barracos tumultuam festa de aniversário de Clara

Brasil desenvolve versão de Homeland, diz criador da série

Valdemiro Santiago visita Silvio Santos e vê imitação de Edir Macedo

Em Família: Juliana sequestra menina na praia e vira caso de polícia

Tatá Werneck, Adnet e Hassum lançam nova programação da Globo

Marcelo Tas diz que Lobão foi 'deselegante' com Rafinha Bastos

Danilo Gentili é vice-líder na estreia no SBT e humilha a Record

Para salvar noticiário, SBT apela ao merchandising no jornalismo

Alex Escobar desbanca Milton Leite e estreia como narrador na Copa

Jogo de sedução entre lésbicas de novela desperta fantasias sexuais

Record corre para estrear série sobre black blocs antes das eleições

Médica e paciente, Bianca Rinaldi e Reynaldo Gianecchini terão romance

Saiba como calar a boca do Galvão Bueno nos jogos da Copa


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Web Stories

+
A Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no Pedaço

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?