Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PAULO DAUDT MARINHO

Neto de Roberto Marinho vira presidente da Globo após fusões e demissões

Sérgio Zalis/TV Globo

Jorge Nóbrega e Paulo Daudt Marinho em foto posada, com fundo azul

Jorge Nóbrega e Paulo Daudt Marinho: neto de Roberto Marinho vai assumir a presidência da Globo

DANIEL CASTRO

dcastro@noticiasdatv.com

Publicado em 14/10/2021 - 12h32
Atualizado em 14/10/2021 - 12h57

Responsável pela maior transformação já enfrentada pela Globo, com fusões de empresas e demissões de milhares de profissionais, o executivo Jorge Nóbrega vai deixar a presidência do conselho de administração do Grupo Globo. Em 1º de fevereiro, ele será substituído por João Roberto Marinho na presidência do conselho e por Paulo Daudt Marinho na agora criada presidência da Globo. Com isso, após quatro anos, a Globo volta a ser presidida por membros da família Marinho.

Na prática, quem comandará o dia a dia do maior conglomerado de comunicação da América Latina será Paulo Marinho, filho de José Roberto Marinho, sobrinho de João Roberto e Roberto Irineu e neto de Roberto Marinho (1904-2003), fundador da Globo. Já são dele decisões sobre produções e programação. Agora, ele passa a gerenciar assuntos estratégicos, que envolvem o futuro do grupo.

João Roberto é o terceiro filho de Roberto Marinho. Ele sempre se dedicou aos veículos impressos do grupo. Paulo Marinho é um jovem executivo que se destacou como diretor do canal infantil Gloob e, em 2020, se tornou um dos principais homens da Globo, como diretor-geral dos Canais Globo.

As novidades foram anunciadas em live para altos funcionários do grupo na manhã desta quinta (14). Confira comunicado distribuído pela Globo à imprensa:

"O presidente do conselho de administração do Grupo Globo, João Roberto Marinho, anunciou hoje que, a partir de 1º de fevereiro de 2022, o Grupo Globo e a Globo terão novas lideranças. João Roberto Marinho assumirá a presidência do Grupo Globo e Paulo Marinho, hoje diretor de Canais da Globo, comandará a Globo (que tem a ‘Globo Comunicação e Participações S.A’ como razão social)."

"Os dois substituirão Jorge Nóbrega, atual presidente executivo do Grupo Globo e da Globo. Durante os próximos três meses, Jorge Nóbrega e Paulo Marinho conduzirão juntos o processo de transição na Globo. A substituição, planejada já há algum tempo, faz parte da jornada de profunda transformação digital da empresa, que foi iniciada por Nóbrega em setembro de 2018 e que estará a cargo de Paulo Marinho a partir do ano que vem."

"Jorge Nóbrega, de 67 anos, atua nas empresas do Grupo Globo desde 1996. Em 2017, assumiu a presidência do Grupo, sendo o primeiro presidente a não fazer parte da família Marinho. Com a sua saída, João Roberto Marinho passará a estar à frente do conselho de administração e também do Grupo Globo - hoje formado pela Globo, pela Editora Globo, pelo Sistema Globo de Rádio, pela Globo Ventures e pela Fundação Roberto Marinho."

"Nóbrega continuará a integrar o conselho de administração do Grupo Globo, que, presidido por João Roberto Marinho, é composto por Roberto Irineu Marinho e José Roberto Marinho, como vice-presidentes, e por Paulo Marinho, Roberto Marinho Neto e Alberto Pecegueiro, como conselheiros."

"João Roberto Marinho seguirá também no comando do conselho editorial, responsável por discutir e propor orientação e alinhamento em questões editoriais, e do comitê institucional, que tem o papel de acompanhar e propor linhas de atuação para as relações institucionais do Grupo Globo."

"Na Globo, a gestão de Jorge Nóbrega foi marcada pela revisão estratégica do negócio e pela adoção de um novo modelo operacional que, com o apelido de “UmaSóGlobo”, unificou, sob a marca Globo, a TV Globo, a Globosat, a Globo.com, o Globoplay, a diretoria de Gestão Corporativa e a Som Livre - recentemente vendida para a Sony Music."

"Sob a sua direção, a Globo transformou-se numa empresa mediatech, com a qualidade de seus conteúdos fortemente apoiada pela tecnologia e voltada para o relacionamento direto com o consumidor. Tendo promovido também um amplo processo de mudança cultural, Nóbrega alinhou ainda mais as práticas da empresa à pauta ESG, investiu em dados, estreitou o relacionamento com o mercado e as marcas através de novas práticas e formatos comerciais multiplataforma e ampliou as parcerias estratégicas."

"Natural sucessor de Jorge Nóbrega na presidência da Globo, Paulo Marinho é diretor de Canais da Globo desde 2020 e tem sido uma liderança importante na consolidação da estratégia D2C da empresa, que agora, sob a sua direção, ganhará novo impulso. O compromisso de continuidade e evolução estará refletido também na estrutura da empresa, que, com as oportunidades trazidas pelas movimentações, terá naturais ajustes, a serem detalhados até o fim do ano."

"Carioca, Paulo Marinho é formado em Administração, tem 44 anos e uma longa trajetória nos negócios do Grupo. Desde 1998, vem atuando nas diferentes empresas, tendo sido coordenador de Conteúdo e Marketing no Sistema Globo de Rádio, diretor dos canais infantis Gloob e Gloobinho, da Viu Hub, diretor-geral de Canais e Conteúdo da então Globosat e, desde 2020, é o responsável pelos canais de TV aberta e por assinatura e também pela rede de afiliadas da Globo."

"Em fevereiro de 2022, Paulo receberá de Nóbrega o comando de uma Globo que hoje reúne a TV Globo, seu canal de TV aberta; 26 canais de TV por assinatura; o Globoplay, maior plataforma brasileira de streaming; e serviços e produtos digitais, como o G1 no jornalismo, o GE.globo no esporte e o Gshow no entretenimento, entre outros. Seu jornalismo líder de audiência produz mais de 3 mil horas de notícias todos os anos e dos seus estúdios, que integram o maior e mais moderno complexo de produção de conteúdo da América Latina, saem outras 3 mil horas anuais de entretenimento. No esporte, é uma das maiores detentoras de direitos de transmissão do mundo."

"Dona de uma das maiores bases de dados sobre o consumidor brasileiro, com mais de 110 milhões de Globo IDs e mais de 10 bilhões de registros diários do que fazem em suas propriedades, a Globo tem aliado esse conhecimento sobre os hábitos de consumo dos brasileiros à relevância de seus conteúdos e às suas novas capacidades em tecnologia para explorar oportunidades estratégicas que vão além do ambiente de mídia e entretenimento."


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Após derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na GloboRenascer no Globoplay: Saiba por onde anda o elenco da novela 28 anos depois

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas