Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

'CANAL PAGO'

Netflix testa programação em tempo real para resolver dilema de assinante; entenda

REPRODUÇÃO/NETFLIX

A atriz Zita Hanrot na série Plan Couer, série da Netflix francessa

Zita Hanrot na série Plan Couer, série da Netflix francessa; França será o primeiro país a testar recurso novo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 6/11/2020 - 11h27

De olho no público da TV paga, a Netflix começou a testar um canal de programação em tempo real na França. A gigante do streaming tentará resolver o dilema do assinante indeciso na hora de escolher o que assistir com a oferta do Direct, um canal linear que disponibilizará a transmissão ininterrupta de filmes e séries francesas e de outros países.

De acordo com o site da Variety, o canal Direct só será acessível através de um navegador web, e não pela plataforma da Netflix, que já é disponibilizada na França através de operadoras de TV, como Orange, Canal Plus e SFR.

O streaming já é encontrado em decodificadores que oferecem o acesso à concorrente do Prime Video graças a acordos de distribuição com grupos franceses de telecomunicações. Entretanto, a proposta do Direct é ser um canal pago acessado pela internet. 

A iniciativa marca a primeira incursão da Netflix em programação em tempo real. Em seu site, a empresa divulgou que escolheu a França para testar seu primeiro canal linear devido ao "consumo da TV tradicional na França". "Muitos espectadores gostam da ideia de uma programação que não os obrigue a escolher o que assistirão", diz o anúncio.

Ou seja, o Direct servirá para resolver o dilema de muitos assinantes da Netflix que passam muito tempo navegando no menu até acharem uma opção do que assistir. 

"Quer esteja sem inspiração ou descobrindo a Netflix pela primeira vez, você pode se deixar guiar pela primeira vez sem ter que escolher um título específico e se surpreender com a diversidade da biblioteca da Netflix", explica o comunicado do streaming gigante em seu site oficial, ainda segundo a Variety.

A pandemia da Covid-19 --que obrigou o mundo inteiro a ficar em isolamento-- fez com que as assinaturas da Netflix disparassem. O aumento no fluxo de telespectadores fez a empresa criar novos modelos de negócio.

O serviço pretende avaliar se o canal pode ajudar a reter assinantes que estão cansados ​​de ver títulos recomendados por meio do algoritmo. Esta nova característica linear também pode apelar para dados demográficos mais antigos, que constituem uma parte significativa das famílias na França, país onde a maioria ainda prefere consumir TV tradicional.

O canal de teste teve um lançamento para poucos usuários em 5 de novembro e estará disponível para toda a França no início de dezembro, diz a Netflix. 

Atualmente, os conteúdos originais franceses mais assistidos são Family Business e Plan Coeur (Amor Ocasional). A lista de filmes originais da empresa também inclui o próximo filme de Jean-Pierre Jeunet, Big Bug, que começou a ser gravado no mês passado.

Confira o trailer de Plan Couer: 


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?