Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

'SERIA UM BANANA'

Na CNN, Alexandre Garcia defende que Bolsonaro precisa ter afinidade com ministros

REPRODUÇÃO/CNN BRASIL

Caio Junqueira, Alexandre Garcia e Renata Agostini na CNN Brasil neste sábado (16)

Caio Junqueira, Alexandre Garcia e Renata Agostini na CNN Brasil neste sábado (16)

REDAÇÃO

Publicado em 16/5/2020 - 20h07

Em entrevista ao Breaking News, da CNN Brasil, neste sábado (16), Alexandre Garcia defendeu que Jair Bolsonaro precisa ter afinidade com os ministros que nomeia em seu governo. "Óbvio, se não fosse seria um banana. Se ele vai nomear pessoas de confiança, tem que ter afinidade", disse o jornalista. Ele preferiu não opinar sobre a aproximação do presidente com as forças armadas.

A declaração do ex-funcionário da Globo aconteceu após Caio Junqueira perguntar se Bolsonaro não se apoia muito na próximidade do Exército como sustentação política.

"Eu não sei, não poderia responder porque teria que dizer 'eu acho'. Eu não tenho capacidade de telepatia, ler pensamento. Ele confia nos generais, que são da turma dele, são amigos dele. E alguém que foi eleito para ser presidente, que tem a possibilidade de nomear pessoas, tem a tendência de escolher aqueles em quem confia. Confiança é o principal", declarou Garcia.

"Nós já reclamamos no outro governo que não era confiança, que era a compra de votos no Congresso que se dava Ministério para partido político, que se dava direção em estatal, que o pessoal enchia o bolso, a [Operação] Lava Jato mostrou. Agora tá nomeando gente de confiança, e a gente reclama. Tá aí um pontinho assim ' que história é essa?'", continuou o entrevistado.

"Aparece em manchete: 'o presidente declarou que quer alguém com quem ele tenha afinidade na direção da Polícia Federal'. Ele tem que ter afinidade com o ministro da Justiça, com o ministro da Educação, com o ministro da Saúde, com todos os ministros tem que ter afinidade. Se nomeasse gente que não tem afinidade, não estaria bem certo", defendeu o jornalista.

Alexandre Garcia fez as declarações no dia seguinte em que o nono ministro de Bolsonaro deixou o cargo em 17 meses de governo. Nelson Teich (Saúde), Sérgio Moro (Justiça), Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Osmar Terra (Cidadania) foram os ministros exonerados desde o início da pandemia do coronavírus (Covid-19).

Áudio vazado

A entrevista de Garcia à CNN Brasil aconteceu na semana em que foi vazado um áudio em que Giuliana Morrone critica as falas do ex-colega sobre o atual governo. 

Ele rebateu as críticas feitas pela jornalista em seu canal do YouTube. Alexandre que as declarações da apresentadora do Bom Dia Brasil a seu respeito são "inverdades". Segundo ele, pessoas "usam máscara por tanto tempo que [uma hora] ela se esgarça e cai".

Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Teste de fidelidade? A Fazenda 13 coloca relacionamento de peões em xequeTraída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas