HORA DA VIRADA?

Na Bahia, Globo dá espaço a negros e reage contra a Record no Ibope

Fotos: Reprodução/Rede Bahia

O repórter Rafael Santana (à esq.) entrevista o empresário da moda Vander Charles no quadro Afrojob - Fotos: Reprodução/Rede Bahia

O repórter Rafael Santana (à esq.) entrevista o empresário da moda Vander Charles no quadro Afrojob

LUCIANO GUARALDO - Publicado em 27/03/2019, às 06h19

Em crise de audiência em Salvador e depois de sofrer sucessivas derrotas para a Record, a Globo baiana parece finalmente ter encontrado o segredo para virar o jogo. Passou a investir cada vez mais em programação local, que tenha a cara do Estado. E isso inclui colocar a população negra, maioria por lá, em posição de destaque no vídeo.

As mudanças matinais na TV Bahia, afiliada da Globo em Salvador, começaram em 21 de janeiro, quando a programação nacional da emissora cedeu meia hora do Bom Dia Brasil para os telejornais locais. O público gostou e, em 18 de fevereiro, o Jornal da Manhã (o Bom Dia Cidade baiano) ganhou mais 25 minutos.

"Em menos de um mês, nós aumentamos o programa em quase uma hora, primeiro por decisão nacional e depois por uma demanda regional. O desafio [de ficar no ar com duas horas e 25 minutos de jornal diário] foi vencido com criatividade, novos quadros e ampliação da prestação de serviço ao telespectador", afirma Eurico Meira da Costa, diretor de jornalismo da emissora, ao Notícias da TV.

Entre os quadros citados pelo executivo, está o Afrojob, que destaca oportunidades de emprego e empreendedorismo entre pessoas de cor --Salvador é a capital mais negra do Brasil, com 82,7% da população se declarando como não branca. A Globo foi criticada no ano passado ao situar a novela Segundo Sol na capital baiana e escalar atores de pele clara para compor a população soteropolitana.

"É um quadro voltado para os afroempreendedores, mulheres e homens negros dos nossos bairros, gente jovem fazendo acontecer em suas comunidades", explicou Ricardo Ishmael, âncora (branco) do jornal, na estreia do Afrojob na TV.

Repórteres do G1 na Bahia, os jornalistas negros Rafael Santana e Itana Alencar foram destacados para comandar o quadro na TV. "Salvador tem a capital mais negra do país, e essa galera tá usando talento e criatividade para superar barreiras como o desemprego e o preconceito", anunciou Santana na Rede Bahia. "E a gente vai mostrar tudo isso aqui. É preto vendendo pra preto", completou Itana.

Ricardo Ishmael apresenta o Jornal da Manhã na TV Bahia, afiliada da Globo em Salvador


Crescimento no Ibope

O investimento em programação com a cara da Bahia já dá resultados no Ibope. O Jornal da Manhã, que era um dos poucos programas da Globo a liderar na audiência, consolidou de vez a primeira posição. No primeiro mês com a nova duração, teve média de 9,2 pontos na Grande Salvador, contra 6,7 da Record e 2,2 do SBT.

No último dia 18, o telejornal marcou 11 pontos na Grande Salvador, mais do que a soma das três emissoras rivais (Record, SBT e Band).

Além disso, os bons números do telejornal estão levantando a média matinal da emissora. No primeiro mês em que o Jornal da Manhã teve duas horas e 25 minutos de duração, a faixa das 6h às 10h teve um crescimento de 8%.

Das 6h ao meio-dia, o aumento na audiência foi maior, de 9% --o investimento em jornalismo local se estendeu à hora do almoço, e o Bahia Meio Dia (que corresponde ao SP1) agora começa às 11h45. A afiliada ainda fica atrás da Record na média matinal, mas tem diminuído a diferença, que agora é de dois décimos.

"Os números mostram que a boa performance do Jornal da Manhã também afetou positivamente a programação nacional na praça Bahia, com Bom Dia Brasil, Mais Você e Encontro", valoriza João Gomes, diretor-executivo da TV Bahia. Por lá, o Bem Estar não é exibido desde o fim de novembro do ano passado.

"Se levarmos em consideração que também ampliamos o Bahia Meio Dia, temos um cenário de fortalecimento do conteúdo regional na grade da TV Bahia e uma resposta animadora da nossa audiência", continua Gomes.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook