Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NOVOS PROGRAMAS

Humor em xeque: Escândalo Marcius Melhem e a reformulação na Globo em 2021

JOÃO COTTA/TV GLOBO

Elenco do Zorra reunido com fantasias em foto tirada em 2019

Elenco do Zorra; programa foi reformulado por Marcius Melhem e extinto após a saída dele da emissora

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 3/1/2021 - 7h10

O Humor da Globo não será o mesmo em 2021. Todos os programas do gênero produzidos até o ano passado foram cancelados. A emissora aponta que a reformulação é uma consequência dos "desafios impostos pela Covid", mas as mudanças aconteceram após a saída de Marcius Melhem, que comandava o setor e deixou a empresa durante a pandemia, sob denúncias de assédio.

O Tá No Ar (2014-2019), o Fora de Hora (2020), a nova Escolinha do Professor Raimundo (2015-2021), o quadro Isso a Globo Não Mostra no Fantástico e a própria reformulação do Zorra Total (1999-2015), que virou Zorra em 2015, fizeram parte da gestão Melhem.

Ele estava no cargo de chefe do departamento desde agosto de 2018, mas antes de ser oficializado como executivo já era responsável pela criação e pelo desenvolvimento de projetos. Em março de 2020, Marcius Melhem pediu afastamento da Globo e alegou motivos pessoais; cinco meses depois, saiu da empresa em definitivo.

O humorista é alvo de acusações de assédio sexual e moral contra subordinadas. A advogada Mayra Cotta representa o grupo de seis mulheres que teriam sofrido os abusos. Uma delas é Dani Calabresa. 

Melhem alegou que teve relações consensuais com profissionais que trabalharam com ele nos bastidores da Globo, mas negou todos os apontamentos de abuso e importunação sexual.

O escândalo contra o antigo chefão do Humor vai contra tudo aquilo que os programas de comédia da emissora defenderam nos últimos anos, com textos contra o machismo e qualquer tipo de preconceito.

As atrações tiveram como principal característica os roteiros politizados, em defesa de minorias e a favor do politicamente correto. A linguagem deve ser mantida em 2021, mas com programas e comediantes diferentes.

Com a capacidade de produção reduzida por conta da pandemia, a Globo trabalha para estrear uma nova atração neste ano, que ocupará o horário que era do Zorra, nas noites de sábado.

Antonio Prata comanda roteiristas de novo programa de humor da Globo (Foto: Tomás Arthuzzi/TV Globo)

Autor de livros, séries, colaborador de textos de novelas e colunista da Folha de S.Paulo, Antonio Prata está no comando dos roteiristas responsáveis pela criação do novo produto, previsto para estrear em maio, depois que o BBB21 chegar ao fim.

A promessa da Globo é de que a atração "será um verdadeiro laboratório de formatos e talentos que poderá nos trazer mais novidades".

Ao contrário do que fez nos últimos seis anos, com o Tá no Ar e o Fora de Hora, a Globo não deve ter um outro programa semanal de comédia. A tendência é que a emissora faça mais séries ou até "importe" formatos da TV paga, como fez com o especial 220 Volts de Paulo Gustavo no fim de 2020.

Desde a saída de Marcius Melhem, Silvio de Abreu assumiu também a chefia do Humor. Mas o novelista sairá da Globo em março deste ano, quando a Dramaturgia passará a ser de responsabilidade de José Luiz Villamarim. A emissora anunciou uma série de mudanças na alta cúpula, mas ainda não definiu o substituto definitivo de Melhem.

À frente das câmeras e também no setor de criação e desenvolvimento de textos para programas séries, Marcelo Adnet, Bruno Mazzeo, Paulo Vieira, Caito Mainier, Dani Calabresa, Rafael Portugal e Paulo Gustavo devem assumir o protagonismo dos projetos em desenvolvimento.


Leia também

Web Stories

+
Meghan Markle completa 40 anos: Veja cinco papéis da duquesa de Sussex na TV e no cinemaLonge de Hollywood: Veja como estão os atores de O Diário da PrincesaDe vício em games a indicação ao Emmy: Como estão os atores de A ViagemVômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas Olimpíadas

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Galvão Bueno merece ganhar um programa aos domingos na Globo?