Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

INTERVENÇÃO DESELEGANTE

Homem imita repórter e interrompe transmissão ao vivo do SP1

REPRODUÇÃO/GLOBO

Repórter Anselmo Caparica em frente ao hospital Tíde Stúbal. Ele está de máscara, com o microfone na mão direita e veste uma camisa branca. Ao seu lado direito é possível ver o homem que o interrompeu durante a transmissão.

Repórter Anselmo Caparica foi imitado ao vivo pelo homem que está atrás dele na foto

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 30/11/2021 - 13h14
Atualizado em 30/11/2021 - 14h43

O repórter Anselmo Caparica não conseguiu expressar suas informações aos telespectadores durante uma transmissão ao vivo no SP1 desta terça-feira (30). O jornalista estava dando detalhes sobre a nova variante da Covid-19 quando começou a ser imitado por um homem não identificado, que apareceu atrás dele na rua. Caparica cortou o que estava falando e devolveu o espaço ao âncora, Alan Severiano.

"Estamos aqui no [hospital] Tide Setúbal!", gritou o pedestre ao imitar Caparica, que logo desconversou e pediu para cortarem a transmissão. "Volto com você, Alan, e daqui a pouquinho a gente traz mais informações. Vamos dar uma olhadinha na reportagem. Daqui a pouco a gente volta, Alan", falou o repórter, visivelmente incomodado com a situação.

O homem seguia murmurando atrás do jornalista enquanto o âncora anunciava a matéria gravada, que foi ao ar para cobrir o inconveniente. Na sequência, o repórter voltou ao telejornal para complementar as informações que foram interrompidas e não comentou mais o ocorrido.

São comuns as intervenções, às vezes deselegantes, do público em telejornais que fazem passagens ao vivo. Durante a cobertura da pandemia, muitos repórteres chegaram a ser atacados por negacionistas.

Em abril do ano passado, Renato Peters foi empurrado ao vivo por uma apoiadora de Jair Bolsonaro, que gritou: "A Globo é um lixo e [Jair] Bolsonaro tem razão!". Quatro dias depois, a jornalista Mariana Aldano também foi interrompida por dois homens que saíram de uma fila na porta de uma agência da Caixa Econômica Federal e começaram a gritar "Globo lixo".

No fim do mês passado, o corresponde da Globo Leonardo Monteiro foi hostilizado pelo presidente Jair Bolsonaro e agredido por um segurança durante a cobertura da participação do político na cúpula do G20, em Roma, na Itália.

Assista abaixo o momento em que o repórter Anselmo Caparica foi interrompido.


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.