Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

INÉDITAS E REPRISES

Como o fim de Gênesis impacta Record, Globo e SBT na guerra do horário nobre

DIVULGAÇÃO/RECORD

O ator Val Perré está trajado como Potifar em cena de Gênesis, novela da Record

Potifar (Val Perré) em cena de Gênesis: novela acaba em novembro e será substituída por reprise

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 22/10/2021 - 6h20

Programa de maior ibope da Record, Gênesis chegará ao fim na primeira quinzena de novembro. Sem uma atração inédita para substituir a saga sobre o primeiro livro da Bíblia Sagrada, a emissora de Edir Macedo apostará em reprises e correrá o risco de ver boa parte do público que conquistou em 2021 voltar a consumir os folhetins da Globo.

Apesar de nunca ter se aproximado da liderança contra atrações como Jornal Nacional e a novela das nove na Grande São Paulo, a trama bíblica faz a Record deixar o SBT comendo poeira na disputa pela vice-liderança, além de se colocar como uma opção inédita contra Império --a reprise da Globo está com índices abaixo da média para a líder de audiência no horário.

Exibida desde janeiro, Gênesis está com 12,3 pontos de média em São Paulo. Nunca a novela ficou abaixo dos dois dígitos de ibope no principal mercado publicitário do país.

Agora na reta final, o desempenho está ainda melhor --são 13,0 pontos de média em outubro. O capítulo da última quarta-feira (20) fechou com 15,1. Em praças como Salvador e Goiânia, a trama chegou a vencer a Globo nesta semana.

Com exceção de alguns poucos jogos de futebol em 2021, quase nada do que o SBT colocou para enfrentar Gênesis incomodou a Record. A reprise de Chiquititas, por exemplo, teve 6,2 pontos em 2021, ano em que bateu de frente com a história bíblica. De junho a dezembro de 2020, quando não tinha a trama inédita como rival, a produção infantil havia registrado 7,6 de média.

E a Globo?

O folhetim da Record soube surfar na onda de reprises da Globo. As semanas em que Gênesis anotou seus piores índices foram as duas últimas da inédita Amor de Mãe, entre o fim de março e o início de abril.

Com 24 capítulos de duração, a "segunda temporada" da produção protagonizada por Regina Casé, Taís Araujo e Adriana Esteves registrou 32,3 pontos na Grande São Paulo. Enquanto a obra de Manuela Dias esteve no ar, a novela cristã chegou a marcar 10,6 pontos de média semanal de forma consecutiva, seu recorde negativo até o momento.

Exibida desde abril, Império tem 27,2 pontos de média --ou seja, quase cinco a menos do que a sua antecessora. Da estreia da reprise para cá, o Jornal Nacional (que também bate de frente com a trama da Record) tem 25,5 de ibope, dois pontos a menos do que o anotado pelo noticioso entre janeiro e abril.

Os números indicam que o fato de a Globo não ter uma novela inédita nos últimos seis meses impactou diretamente no crescimento de Gênesis. A partir de novembro, porém, esse cenário tende a ser alterado.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Cauã Reymond está em Um Lugar ao Sol

Inversão de papéis

Reis seria a substituta de Gênesis, mas a Record atrasou todo o cronograma da novela e não conseguiu iniciar as gravações a tempo de colocá-la na sequência da novela atualmente em exibição. Com isso, a emissora de Edir Macedo voltará a ter reprises justamente no mês em que a Globo acabará com as suas repetições.

Um Lugar ao Sol entrará no ar em 8 de novembro e vai substituir Império, enquanto Quanto Mais Vida, Melhor passará a ser exibida na faixa das sete a partir do dia 22, no lugar de Pega Pega.

As novidades na líder de audiência, combinadas com a ausência de produções novas na Record, podem fazer a rede de Edir Macedo voltar a dar menos de 10 pontos na faixa das 21h, algo que não acontece desde a estreia de Gênesis, e ainda colaborar para que Globo volte a superar os 30 de média com mais frequência --algo que se tornou raro nos últimos meses.

Para tentar ao menos manter a vice-liderança e continuar com vantagem contra o SBT, a aposta da Record será novamente Moisés. A emissora fará uma "edição especial" em que Deus, a ser novamente interpretado por Flávio Galvão, comentará os principais acontecimentos de Os Dez Mandamentos (2015) e A Terra Prometida (2016). As histórias são baseadas, respectivamente, nos livros de Êxodo e Josué.


Leia também

Enquete

Você gostou do primeiro mês de Um Lugar ao Sol?

Web Stories

+
Teste de fidelidade? A Fazenda 13 coloca relacionamento de peões em xequeTraída, enganada e desprezada: 7 vezes em que Bárbara quebrou a cara em Um Lugar ao SolMansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotos

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas