SEQUÊNCIA DE FALHAS

CNN erra ao anunciar adiamento da Olimpíada, e a internet não perdoa

REPRODUÇÃO/CNN

Âncoras da CNN durante boletim urgente neste domingo (22)

Âncoras da CNN Brasil anunciam adiamento das Olimpíadas de Tóquio: informação desencontrada

REDAÇÃO - Publicado em 22/03/2020, às 18h44

Uma sequência de erros fez a CNN virar motivo de piada nas redes sociais neste domingo (22). Um boletim urgente trouxe o pior dos deslizes. O canal de notícias anunciou equivocadamente que o Comitê Olímpico Internacional (COI) havia adiado os jogos de Tóquio. A emissora foi criticada até por concorrentes.

Comentarista da Globo, Guga Chacra não perdoou a informação desencontrada. "Para ficar claro, o COI estuda cancelar a Olimpíada, mas ainda não cancelou. Se quiser mais informações corretas, assista à GloboNews e à SporTV", escreveu o jornalista. Ele apagou a postagem logo em seguida.

Na plataforma, até quem saiu em defesa da emissora concordou que a falha foi indesculpável. "Estavam pegando no pé da CNN por um erro de fala da comentarista, e hoje parece que teve de novo de uma repórter. Nisso eu acho ok. Exagero de quem reclama de tudo. Mas essa do COI foi de foder mesmo. Bastava checar o negócio em inglês", disse um usuário identificado como Brendo Henrique.

Antes mesmo do lapso olímpico, uma profissional confundiu os telespectadores durante uma entrada ao vivo para falar sobre os impactos da pandemia de coronavírus no Rio de Janeiro. A jornalista Luíza Muttoni informou que um médico de 65 anos estava internado na região metropolitana, mas logo em seguida emendou que o homem havia morrido na noite anterior com pneumonia.

A situação não passou despercebida nas redes. "A quantidade de erro dessa CNN na expectativa de dar a notícia primeiro tá demais", comentou um perfil identificado como Baby Yoda. "Oi? Morto vivo? O vírus está causando outros efeitos na imprensa brasileira, a CNN começando 'bem' no Brasil", disse o engenheiro Caio Macedo. O desarranjo também fez com que alguns twitteiros chamassem o caso de Highlander de Niterói (RJ).

A série de desencontros ainda trouxe à tona um erro que a comentarista Basilia Rodrigues cometeu na quinta-feira (19). Durante uma transmissão ao vivo sobre o fechamento das fronteiras brasileiras com países vizinhos por causa do novo coronavírus, ela afirmou que Chile e Equador não faziam parte da América do Sul.

"Não sabem se o médico tá morto ou vivo, tiraram dois países da América do Sul e mandaram lavar a água. Muito bem, CNN", ironizou Lana Patrícia.

REPRODUÇÃO/TWIITER

Guga Chacra alfineta erro da concorrente no Twitter: jornalista apagou a postagem em seguida

Assista à sequência de erros da CNN neste domingo 

Veja a repercussão dos deslizes na internet:

Tudo sobre

CNN CNN Brasil

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook