FALTOU NOÇÃO

Cinco closes errados e um certo nas homenagens a Gugu Liberato na TV

Notícias da TV

Luiza Ambiel, ex-musa da Banheira do Gugu, posa sorridente para foto no velório de Gugu Liberato (1959-2019)

Luiza Ambiel, ex-musa da Banheira do Gugu, posa sorridente para foto após dizer que estava passando mal

REDAÇÃO - Publicado em 30/11/2019, às 05h19

Assunto mais falado da televisão nos últimos dez dias, a morte de Gugu Liberato (1959-2019) gerou homenagens diversas de amigos conhecidos e anônimos, além de uma verdadeira maratona jornalística na Record, emissora da qual ele era contratado. Alguns famosos, como Rodrigo Faro e Raul Gil, perderam a mão e fizeram feio. Já Xuxa Meneghel surpreendeu positivamente com suas atitudes em relação ao loiro.

As primeiras gafes ocorreram no dia seguinte à confirmação da morte de Gugu. O apresentador Raul Gil entrou ao vivo na Record e na GloboNews para falar algumas de suas lembranças com o amigo. O veterano, que sente orgulho de dizer que lançou a carreira de nomes como Luan Santana, Simony e Maisa Silva, acabou soltando nos dois canais que foi o primeiro a dar uma chance para Liberato na TV.

A história do dono do banquinho, que se declarou "padrinho" do apresentador do Canta Comigo, contrariou tudo o que havia sido dito até o momento --Gugu começou a trabalhar na TVS ao apresentar ideias de câmeras escondidas para Silvio Santos, que depois o colocou em frente às câmeras. Na web, seu Raul foi acusado de tentar aparecer mais do que o homenageado do momento. Pegou mal.

No domingo (24), foi a vez de Rodrigo Faro ser "cancelado" pelos internautas. Durante o Hora do Faro especial, ao vivo e repleto de homenagens a Gugu, ele foi flagrado perguntando à sua equipe: "Como é que tá a audiência?". Parte do público julgou que o ex-ator da Globo estava forçando a emoção no ar e que sua preocupação era somente com os números do ibope. Confira:

Questionado pelo Notícias da TV sobre a gafe, Faro justificou que se preocupar com a audiência faz parte do trabalho de um comunicador. "A gente vive disso [de ibope], não tem jeito. Faz parte. Eu tenho Deus comigo, sei assimilar uma crítica, entender e tocar a vida. Pedir desculpas a quem se ofendeu e ok", admitiu na terça-feira (26).

Autopromoção e falta de noção

No velório de Gugu, realizado entre quinta (28) e sexta (29), os famosos bateram ponto na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) e, abordados pelos jornalistas, tinham de lembrar várias vezes histórias emocionantes com o apresentador.

Só que Luiza Ambiel, musa da Banheira do Gugu, passou do limite na hora de forçar a emoção. Ao chegar ao funeral, ela despistou os profissionais que estavam na entrada do local. "Sinto muito, não consigo falar. Acho que estou passando mal", desconversou, aparentando estar muito abalada.

Poucos passos da rampa depois, ela apareceu recomposta, dando entrevistas para Band e Record. "Mas ela não estava passando mal?", estranharam os jornalistas que haviam sido esnobados menos de cinco minutos antes. O mal-estar da morena, aparentemente, ou foi passageiro ou variou de acordo com quem ela falava.

reprodução/sbt

Raul Gil (à dir.) afirmou que era o padrinho de Gugu Liberato na televisão: fala repercutiu mal

Otávio Mesquita também foi criticado por seguir os passos de Raul Gil e tentar transformar a morte de Gugu Liberato em uma chance de se autopromover. Abordado por repórteres, ele se vangloriou de ter criado o quadro Bom Dia Legal, sucesso do Domingo Legal em que ele acordava famosos em suas camas. "Eu exibi no meu programa, ele viu e pediu pra exibir no Domingo Legal."

Mesquita, porém, ainda conseguiu dar a volta e usar os holofotes para elogiar o homenageado. "Quando eu deixei ele o Bom Dia Legal para o programa dele, o Gugu disse que era para eu fazer o quadro. 'Mas eu já tenho o meu programa, Gugu, como?'. 'Não, eu sou um cara honesto, não acho justo eu fazer o seu quadro', ele disse. E aí prova quem é o Gugu", justificou o homem da madrugada do SBT.

Por falar na emissora de Silvio Santos, chamou a atenção o fato de a programação não ter sido alterada para cobrir o velório e o enterro do apresentador. Repórteres até foram deslocados para a Alesp para fazer entradas ao vivo durante o Fofocalizando. Lá, receberam a notícia de que não apareceriam na TV. Ordem de Silvio Santos, que proibiu sua equipe de ganhar audiência com a morte do ex-pupilo.

A intenção até pode ter sido boa, mas desapontou fãs e críticos de televisão, que esperavam ver uma grande cobertura na emissora na qual Gugu passou a maior parte de sua vida. Pareceu mais um desmando aleatório de Silvio, que tradicionalmente dificulta a vida dos jornalistas do SBT, do que respeito ao loiro.

Brigas no passado

Em meio a tantos closes errados, Xuxa Meneghel se destacou sem sequer aparecer no velório ou no enterro. É que ela mostrou maturidade e superou as brigas do passado com Gugu, seu antigo desafeto, para homenageá-lo. A rainha dos baixinhos até mandou uma coroa de flores: "Passarinho vai voar... E que Deus te receba com todo o carinho que você merece", dizia a mensagem da apresentadora.

Na semana passada, Xuxa já havia corrigido Ticiane Pinheiro, que lamentou a morte de Gugu nas redes sociais antes mesmo da informação ser confirmada. "Descanse em paz, meu amigo", havia escrito a apresentadora do Hoje em Dia. "Não foi confirmado. Vamos rezar e pensar positivo. Milagres acontecem", ressaltou a âncora do Dancing Brasil.

Xuxa e Gugu brigaram feio em 2001, quando ele exibiu cenas do incêndio que atingiu o cenário do Xuxa Park no Domingo Legal. Marlene Mattos, então braço direito da rainha dos baixinhos, reclamou que o loiro, em vez de apoio, preferiu tirar proveito da situação em busca de ibope.

A situação piorou em 2012: Liberato mostrou na TV fotos do ensaio da loira para a revista Playboy. Ela, que estava na Globo na época, chegou a processar tanto a Record quanto o apresentador. Os encontros dos dois no especial Família Record também eram marcados por climão nos bastidores e no palco, e ela simplesmente o ignorava. Agora, são águas passadas...

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que falta para Amor de Mãe conquistar mais audiência?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook