Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

GUERRA FORA DO AR

Briga nos bastidores com BBB 22 faz Globo cancelar Conversa com Bial às segundas

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Pedro Bial com uma cara séria, usando um blazer azul e uma camisa marrom

Pedro Bial em seu programa na Globo: produção se irrita com BBB 22 e emissora muda programação

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 24/3/2022 - 7h00

A Globo cancelou a exibição do Conversa com Bial nas madrugadas de segunda para terça após uma briga pesada nos bastidores. A produção do programa de Pedro Bial se estranhou com equipe do BBB 22 e executivos da TV por causa do atraso de 70 minutos que a edição do último dia 7 do reality causou na programação da emissora. Nesse dia, o jornalista estreou sua nova temporada e só entrou no ar às 3h15. A Globo disse que a mudança é pontual por causa das novelas das nove (leia comunicado abaixo). 

A suspensão é momentânea e vai durar enquanto o Big Brother Brasil estiver no ar com uma dinâmica mais demorada neste dia da semana --o programa termina no dia 26 de abril. Com isso, a Globo evita problemas no dia Jogo da Discórdia, dinâmica de toda segunda-feira em que os confinados "discutirem a relação".

Para o início dos trabalhos deste ano, o Conversa com Bial entrevistou Joaquim Barbosa, ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) e que raramente dá entrevistas. A produção do programa tentava convencê-lo a gravar com o jornalista desde o começo do talk show, em 2017. Havia uma grande expectativa pela repercussão que a conversa poderia ter. Mas o BBB longo demais atrapalhou os planos. 

Segundo apurou o Notícias da TV, o atraso de 70 minutos na estreia da atração de Bial causou um tremendo mal-estar. A equipe se sentiu desprestigiada pela forma como o programa foi tratado, e ficou o sentimento de que era melhor nem ter ido ao ar, em vez de ser exibido quase 4h.

Revoltadas, produção e diretora artística do Conversa, Mônica Almeida, fizeram uma reclamação formal para a área de Programação. A culpa foi atribuída a J.B de Oliveira, o Boninho, diretor de gênero de variedades. Mônica e sua equipe acusam a direção do BBB 22 de terminar o programa na hora que bem quiseram naquele dia só por causa de sua audiência alta --hoje, o reality é o programa mais visto da Globo. 

Até presidente da Globo soube da briga

A produção do BBB 22, por sua vez, alegou que não conseguia controlar o que estava acontecendo na dinâmica e lamentou o problema. Mas pontuou que, naquele dia, o reality show precisava ter o Jogo da Discórdia na íntegra por ser um elemento importante. Na semana seguinte, dia 14, a direção do Big Brother transmitiu parte da dinâmica no Multishow para evitar novos problemas.

O teor de indignação da produção do Conversa com Bial foi tão grave nos bastidores que até do presidente da Globo, Paulo Marinho, foi procurado para ajudar a acalmar os ânimos. Para Marinho, chegou a informação que o próprio Joaquim Barbosa lamentou para Pedro Bial o horário tardio que o papo entre os dois foi ao ar. 

Para evitar um novo capítulo na confusão, a emissora optou por suspender a atração de entrevistas em dia de Jogo da Discórdia. A mudança já consta na programação divulgada para a próxima segunda (28). 

Procurada para falar sobre o assunto pelo Notícias da TV, a Globo disse que o cancelamento do Conversa com Bial é pontual por causa do fim de Um Lugar ao Sol e o início de Pantanal. A emissora, porém, não comentou todos os outros pontos questionados pela coluna. 

"O Conversa com Bial não foi ao ar ontem e não será exibido na próxima segunda-feira excepcionalmente, em função alterações pontuais de grade nas duas datas: ontem foi exibido um capítulo especial da reta final de Um Lugar ao Sol e, na semana que vem, vai ao ar o capítulo especial de estreia da nova novela das nove, Pantanal", disse a empresa. 


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.